A transa com o amigo

Avalie

Essa história é real. Me chamo Juliana e tenho um amigo desde a quinta série. Sempre frequentei a casa dele e fazíamos trabalhos juntos. Ele sempre só de brincadeira dava em cima de mim, mas nunca foi mais longe pois tinha namorada. Mas ele falava que eu era muito gostosa.
Com o passar dos anos ele foi só aumentado a provocação, mas eu não dava bola.
Eu tinha 17 anos e ele 24. Um dia eu fui jogar o lixo fora e ele pediu pra subir na minha casa sabendo que meus pais saíram. Eu fui ao quarto e ele trancou a porta, e então, me jogou na cama, tapou minha boca pra eu não gritar e sussurrou pra mim: “admita, você me quer como eu te quero”. Aí ele passou a mão nas minhas pernas me deixando arrepiada, e então, abaixou minha saia e começou a lamber minha buceta. Eu comecei a gemer baixinho, aí ele rasgou minha blusa e atirou meu sutiã no sofá. Ele vendo meus olhos brilharem de prazer abaixou as calças e enfiou aquele cassete grande e grosso na minha buceta. Depois me mandou ajoelhar e chupá-lo, então eu comecei e ele gozou na minha boca. Ele pediu pra passar o pau na porta do meu cuzinho, então fui ao banheiro pegar um gel. Primeiro ele enfiou três dedos com força dentro de mim e depois, enfim, passou o gel em seu pau e enfiou tudo no meu cuzinho. Foi um vai e vem, com velocidade. E quanto mais eu gemia, mais ele metia com força. Foi quando ele gozou dentro de mim. Ele começou a chupar meus seios e com uma mão massageava meu clitóris, então começou a mordê-lo e eu ria e gemia, até que disse: “mete tudo na minha buceta”. Ele sorriu, sentou na cadeira e fui me encaixando em seu pau. Eu cavalgava enquanto ele mamava meus seios como se fosse um bebê e eu, avisando que ia gozar, fiz com que ele se agachasse no chão e lambesse tudo.
Fomos para a piscina, e então, ele me levou até o fundo e começou a me beijar. Aí ele começou a meter no meu cuzinho e enfim subimos. Após uma semana começamos a namorar.

Mais lidas