No Parque

Avalie

Um dia resolvi dar um passeio no parque aproveitando que meu marido foi viajar e um homem chegou perto de mim. Ele se sentou e me disse:  “Bom dia!”. Era um garoto bonito, aparentava ter uns 18 anos. Dei atenção e colocou sua mão na minha perna e começou a conversar bastante comigo. Quanto mais ele falava, mais subia a mão. Quando vi, a mão já estava por baixo do meu vestido. Ele colocou o dedo dentro da minha calcinha e começou a cariciar minha bucetinha.

Eu fiquei molhadinha. Como não tinha ninguém no parque, ele me levou atrás de uma moita que ficava perto de uma árvore e me deixou em pé encostada na árvore, enquanto ele se sentou. Tirou minha calcinha, levantou meu vestido e começou a lamber e penetrar com a língua. Não aguentei de prazer e gozei na boca dele, que muito louco de tesão tirou a bermuda, a cueca e começou a me foder com muita força, me fazendo gemer alto. Ele teve que tapar minha boca.

E nem preciso dizer que eu adorava aquilo. Ele começou a acariciar meus peitos por dentro do vestido, se deitou no chão e ordenou que colocasse cada perna de um lado perto do rosto dele. Aí, foi me puxando até minha buceta ficar na boca dele, me lambendo com muita vontade, fazendo que eu sentisse um prazer como nunca tive na vida. Ele me devolveu a calcinha e me beijou na boca. Pedi que antes pudesse sentir seu leitinho e ele colocou seu pau na minha boca e gozou. Depois, foi embora e nunca mais nos vimos.

Mais lidas