O cafézinho e o segurança

Avalie

Olá, meu nome é Renato. O que vou contar é verídico. Eu sempre fui alto e forte. Eu tinha um amigo que trabalhava como porteiro num condomínio no Rio de Janeiro que me chamou pra trabalhar com ele. Depois desse convite, resolvi tirar minha licença e logo comecei a trabalhar no condomínio. Um belo dia estava saindo do trabalho e encontrei uma moradora que sempre dava café. Dei boa noite à ela e segui. Ao chegar no dia seguinte ela ligou pra portaria e chamou o colega pra pega o cafézinho. Como ele estava no horário de trabalho, não poderia sair da portaria, então me chamou e fui buscar. Ao chegar no apartamento, toquei a campainha e ao me ver ela abriu a porta e me mandou entrar. Eu disse que não poderia entrar  e ela logo perguntou se eu estava com medo. Respondi que não porque eram normas do condomínio. Ela então me puxou pra dentro e disse que quem mandava ali era ela. Dentro do apartamento, ela de camisola perguntou se poderia tomar café com ela. Eu disse: “é melhor não”. Então ela me agarrou, meteu a mão no meu pau e perguntou se eu tinha medo dela, então pensei: já estou aqui mesmo, por quê não?”. Comecei a beijá-la e logo estava chupando seu peito com o dedo dentro da bucetinha cheirosa. Chupei sua buceta e ela ficou louca! Ela me pediu pra meter, então eu socava com força, mas com jeito. Ela gozou e pediu leitinho na boca. Não perdi tempo e enchi ela de porra. Até hoje vou buscar cafézinho.

Mais lidas