No banco do carro

Avalie

Foi bom demais! Tínhamos trabalhado a noite inteira de seguranças em uma festa. Na hora de ir embora, não tinha mais táxi e me ofereci para levá-la em casa. Ela aceitou e aí aconteceu. Chegando na casa dela, ela me falou um “boa noite” tão gostoso que não resisti. Dei-lhe um beijo e começou aquele fervor. Deitei o banco do carro e foi muito bom ouvir aqueles sussurros e gemidos loucos demais. Foi bom demais.

Mais lidas