Sexo no encontro dos bancários

Avalie

Certa vez, em um encontro de bancários tivemos que dormir juntos em um salão do sindicato. Sou loira, bunda avantajada, pernas grossas, muito tímida. Depois do encontro, me sentia cansada e fui mais cedo dormir com umas conhecidas. Pegamos nosso colchonete e encontramos um lugar escurinho naquele ambiente aberto e grande. Dormi tão profundamente que não percebi os outros vindo dormir.

Entre os bancários tinha um morenão forte, gostoso, uma mão grande, muito cheiroso. Acordei de madrugada com uma perna pesada sobre mim. Abri os olhos devagar e na pouca luz, percebi que era o negão deitado do meu lado só de cueca branca. Respirei fundo, não poderia me mexer pois acordaria ele. Havia várias pessoas dormindo ali e se eu me mexesse, as coisas poderiam não acabar bem. Meu corpo foi esquentando, comecei a tremer, fui ficando ofegante e o negão me arrochando, seu volume era grande, já estava toda molhadinha.

O negão enfiou uma mão por dentro do meu pijama e com a outra tampou minha boca. Bem devagar, ele foi descendo meu pijama e se encostou mais, fiquei imóvel. Do meu lado estava outra garota. Ele foi encostando, arrochando, enfiado o dedo até o toco, eu não podia sequer me mexer e se ajeitou de lado e mandou com tudo, queria gritar mas não dava. Ele tampava minha boca e foi devagar me fodendo. Fui relaxando e gostando. Tive múltiplos orgasmos naquela pica negra, gigante e deliciosa. Quando terminou usei o lençol para limpar toda aquela porra deliciosa que escorria entre minhas pernas. Ele adormeceu em seguida e eu não consegui mais dormir depois daquele sexo no meio de todos os colegas. Acho que ninguém viu…

Mais lidas