Na grama mesmo

Avalie

Um dia, tinha uma galera reunida na casa da minha irmã tomando vodka com coca cola e um cara se aproximou de mim, perguntou meu nome e começamos a conversar… A noite saímos pelo condomínio e quando voltamos já passava das dez horas da noite.

Lá, ele começou a beijar o meu pescoço, eu – louca de tesão – não perdi a oportunidade! Deitamos na grama, começamos a tirar toda a roupa e a transar ali mesmo! Mas algo incomodava. Os insetos não paravam de picar a gente, então como a gente já tinha começado, resolvemos pular o muro da casa do vizinho e fomos para o quartinho da empregada e transamos lá.

Essa foi, com certeza, a melhor transa da minha vida e, por conta dessa aventura, até hoje estamos juntos.

Mais lidas