Eu e minha prima casada e safada

Avalie

Vou começar a contar da seguinte forma para simplificar…Eu e minha prima sempre fomos muito ligados quando jovens: saíamos juntos, eramos confidentes e eu sempre ajeitava algum amigo pra ela ficar e vice versa. Nos casamos com outras pessoas e ficamos distantes por alguns anos. 10 anos depois voltei a morar perto da família e foi quando começamos a frequentar os mesmos lugares como antes, só que agora eu com minha esposa e ela com o marido dela. Até então, eu não sabia que ela continuava safada como costumava ser… Então conheci um parceiro malandro na arte da paquera e começamos a andar muito juntos. Certo dia ela me perguntou se eu faria um favor pra ela e eu disse que sim. Ela pediu que eu pegasse o telefone desse meu amigo pra ela. Fiz isso e ela ficou flertando com ele, mas ele não queria nada com ela porque tinha receio de  dar problema. Fiquei com aquilo na cabeça, pois agora ela estava mais gostosa do que nunca. Resolvi alfinetar e chamar ela pra tomar uma cerveja comigo e conversar sobre o parceiro. Ela falava em desejo, que estava desejando o cara e aquilo me deixou doido. Por meses fiquei em cima, alimentando as saídas para conversar. Certo dia a chamei para ir até o meu trabalho pra sairmos depois. Meu empregado e meu sócio já haviam ido embora e eu tinha comprado algumas cervejas e deixado para gelar. Quando ela chegou, sentamos para conversar e ela foi logo perguntando sobre o que conversaríamos. Eu respondi que dessa vez não falaríamos sobre o meu parceiro, mas que tinha que falar sobre um assunto que estava me remoendo. Ela, curiosa, me questionou. Eu disse, trêmulo, que estava louco por ela e ela arregalou os olhos. Ela disse que já imaginava isso mas que nada poderia acontecer entre a gente pois eramos primos e muito amigos. Decidi arriscar tudo e a abracei, encostei meu pau duro nela e a beijei.  Comecei a passar as mãos pelo seu corpo e tirei o macacão que ela usava. Comecei a sugar todo seu corpo com vontade até ela gemer. Encontei ela na cadeira e desci minha língua até sua xota. Ela começou a me pedir que a comesse pra que ela gozasse na minha pica. Eu queria tanto fuder com ela agora e ela queria tudo. Fodi aquela gostosa de todos os jeitos possíveis. Gozei na boca dela e fomos embora. Desde então, vivemos tendo outras aventuras, até mais ousadas.

 

Enviado por: jgaranhão

Mais lidas