A Aposta – Parte 2

Avalie

Leia a primeira parte clicando aqui.

Quando voltei do banheiro, ele já estava pronto pra ir embora do restaurante. Estava assustado e bravo. Mas dei um beijo daqueles, e ele entendeu que seria gostoso. Naquele momento ele se encheu de coragem e passeamos pela orla. Foi uma sensação indescritível de liberdade. E ele sabia que as pessoas haviam notado. E quanto mais pessoas viam, mais ele ficava excitado.

Ele resolveu pagar a aposta ali mesmo. Quando vimos um quiosque ele me arrastou pro lado e, mesmo sabendo que tinha gente olhando, transamos feito dois adolescentes. Desesperados de tesão! Foi absurdamente gostoso! Mas vimos que tinha um cara muito perto. Me assustei com medo da reação do meu marido. Nesse momento, ele me virou de frente pro cara levantando meu vestido e me deixando nua, alisando meu corpo inteiro. Naquele momento gozei feito louca. Eu, ele e um desconhecido. Nunca imaginei que seria capaz de tal coisa. Nem mesmo que o ciumento do meu marido faria isso.

Amei a experiência. Foi a primeira de muitas outras… Qualquer hora eu conto!

Mais lidas