Veja dicas de como controlar a ansiedade e comer menos

Avalie

Comer demais pode ser um sintoma de ansiedade. Para tentar acalmar os nervos, muitas pessoas descontam nos alimentos, buscando uma fonte de prazer e alívio para os sintomas da doença. Para saber como combater a ansiedade e tratar a origem do problema, confira as dicas do psiquiatra Leonard F. Verea:

1 – Doenças relacionadas

alimentos-estimulantes-ansiedade

Foto: Shutterstock

A ansiedade por ela mesma já é uma doença e precisa ser tratada. E dependendo da gravidade, pode levar a problemas mais sérios. “Se não tratada, a ansiedade gera doenças ligadas a desequilíbrios emocionais e mal estar. Se não for enfrentada e superada, pode desencadear doenças psicossomáticas, como pressão alta, asma, problemas dermatológicos, gastrite e dor de cabeça”, explica o especialista.

2 – Sintomas

Procrastinação colabora para o sentimento de ansiedade

Foto: Shutterstock

Para saber se você está sofrendo de ansiedade, fique atento aos sintomas: “Aflição, agonia, impaciência, inquietação, sensação de que o mundo parece estar parado e que o tempo parece não passar. A ansiedade é uma excitação do sistema nervoso central, que acelera o funcionamento do corpo e da mente. Quando estamos ansiosos, liberamos o neurotransmissor noradrenalina, que provoca toda essa excitação.”, afirma o médico.

3 – Saciedade

mulher comendo com pressa

Foto: iStock/Getty Images

Quando estamos ansiosos, parece que a vontade de comer não passa nunca. De acordo com o psiquiatra, isso acontece porque a comida satisfaz nossos cinco sentidos. “Nós carregamos a ideia de que a comida é calmante. Pessoas ansiosas comem mais rápido do que o normal, não dando tempo do hormônio da fome ser ativado e levar a mensagem de satisfação e saciedade ao cérebro”.

Tem cura?

5 dicas para controlar a ansiedade

Foto: Shutterstock

O melhor jeito de curar a ansiedade é procurando a ajuda de um psicólogo ou psiquiatra para descobrir as causas e origens do transtorno. “A ansiedade não nasce sozinha. Ela é efeito de situações mal resolvidas ou não resolvidas que convivem com o indivíduo.”, aponta Leonardo.

Consultoria: Dr. Leonard F. Vereamédico psiquiatra formado pela Faculdade de Medicina e Cirurgia de Milão, Itália. Especializado em Medicina Psicossomática e Hipnose Dinâmica. Especialista em Medicina do Trabalho e Medicina do Tráfego. É membro de entidades nacionais e internacionais. Atua como diretor do Instituto Verea e da Unicap.

Site: www.verea.com.br

LEIA TAMBÉM:

Mais lidas