Drible a ação do tempo com o Fotorrejuvenescimento

Fotorejuvenescimento

Foto: Divulgação / Dpil

O processo de envelhecimento das células do corpo humano é algo natural, porém, pode afetar diretamente a vida e a autoestima das pessoas. A pele é o maior órgão do corpo humano, portanto, o órgão que mais sofre com esse processo que muitas vezes é acelerado pelos maus hábitos e descuidos do dia a dia como, por exemplo, a não utilização do protetor solar. Para reverter este quadro, é aconselhável que, além de hábitos mais saudáveis, as pessoas procurem métodos alternativos, indolores e rápidos, como o fotorrejuvenescimento.

Se você ainda não conhece essa técnica e tem curiosidade sobre o assunto, acompanhe as dicas que a D’pil preparou para você:

O QUE É FOTORREJUVENESCIMENTO?

A luz intensa pulsada, muito conhecida no mercado estético pela remoção de pelos, é também uma ótima alternativa para rejuvenescimento da pele, o chamado Fotorrejuvenescimento. O calor da luz do Fotorrejuvenescimento faz com que o colágeno seja estimulado e volte a ser produzido de forma mais acelerada e coesa, reorganizando-o e deixando a pele mais firme, mais viçosa, mais saudável, ou seja, com aspecto mais jovem e saudável. A luz intensa pulsada trabalha gerando uma vasodilatação no organismo, o que melhora o aporte de oxigênio, revigorando e nutrindo a pele, deixando-a muito mais saudável e bonita. O Fotorrejuvenescimento tem como objetivo final atenuar marcas de expressão, rugas finas, bigode chinês e a famosa “flacidez da papada”. Então, além de diminuir as rugas e linhas de expressão, o processo ajuda na recuperação da luminosidade da pele.

QUANDO O FOTORREJUVENESCIMENTO PODE SER FEITO?

O Fotorrejuvenescimento pode ser utilizado nos seguintes casos*:

  • – Flacidez;
  • – Rugas finas;
  • – Envelhecimento da pele da face, papada, colo e mãos;
  • – Ausência de vivacidade e brilho da pele.

Importante: esse tratamento é indicado para homens e mulheres acima de 30 anos*

Fotorejuvenescimento

Foto: Divulgação / Dpil

QUANTAS SESSÕES SÃO NECESSÁRIAS PARA OBTER RESULTADOS VISÍVEIS? EXISTE UM INTERVALO ENTRE AS SESSÕES?

São necessárias, em média, 10 sessões para obter resultados visíveis satisfatórios. Cada indivíduo possui uma fisiologia, o que inclui diferentes tipos de pele e níveis de envelhecimento, por isso, o número de sessões pode sofrer variações. O intervalo é de 15 a 20 dias.

RECOMENDAÇÕES DURANTE O TRATAMENTO DE FOTORREJUVENESCIMENTO:

  • – Não utilizar nenhum medicamento fotossensibilizante. (Ex.: Roacutan);
  • – Não se expor ao sol;
  • – Utilizar filtro solar com, no mínimo, fator de proteção 30.

QUANTO CUSTA?

R$ 60 por área e sessão.

Fotorejuvenescimento

Foto: Divulgação / Dpil

O FOTORREJUVENESCIMENTO É DEFINITIVO?

Não. O tratamento é gradativo, pois as células de colágeno e fibras elásticas são estimuladas  quando a luz intensa pulsada é aplicada na pele. Quando paramos o tratamento, as células não continuam a se estimular, precisando de novo estímulo para que haja nova proliferação, e é neste momento que o cliente retorna para um novo tratamento.

OUTROS BENEFÍCIOS DA LUZ PULSADA:

Outro tratamento realizado com a luz intensa pulsada é a fototerapia de manchas e acnes que tratam lesões de hiperpigmentação, clareando manchas senis, melasmas e cicatrizes acneicas. Além da fototerapia, existe a fotodepilação: um método depilatório feito com luz intensa pulsada, indolor e eficaz para eliminar os pelos. Entenda como funciona a fotodepilação.

Importante: Esses tratamentos são realizados apenas com encaminhamento médico.

Mais lidas