Depilação com luz pulsada: entenda como funciona

A depilação com Luz Intensa Pulsada (LIP) é mais uma alternativa tecnológica que pode resolver os problemas de muitas mulheres. A principal vantagem da LIP é que o método é menos doloroso que a depilação a laser. A dermatologista Valéria Campos revela que “a técnica é a melhor coisa para pelos encravados, quando o pelo é escuro a taxa de sucesso é próxima de 100%”.

Como funciona?

“A base de ação é o aquecimento de uma ‘estrutura-alvo’”, explica a dermatologista Angélica Pimenta. A luz pulsada é emitida e filtrada por um aparelho até ser direcionada para o alvo a ser tratado, que pode ser pelos, manchas e até pequenas varizes. Ao penetrar na pele, a luz é atraída pelo pigmento e libera calor. “O aquecimento localizado provoca a destruição total ou parcial do pelo”, completa Valéria.

entenda a depilação com luz intensa pulsada

Foto: Shutterstock

Vantagens e desvantagens da LIP

O método é rápido e chega a eliminar definitivamente os pelos. A LIP estimula o colágeno da pele, trata sardas ou manchas e minimiza as varizes. “O preço é relativamente caro, mas o custo benefício vale a pena”, conta a dermatologista. Além disso, não é permitido tomar sol na área depilada por sete dias antes da aplicação e 15 dias depois. A técnica é contraindicada para gestantes e pessoas com pele muito bronzeada. A luz nem sempre destrói os pelos mais claros e, quando usada em uma intensidade inadequada, pode estimular o crescimento de mais pelos.

LIP X LASER

“A luz intensa pulsada emite ondas de comprimento visíveis, enquanto o laser emite um único feixe de luz em um comprimento específico”, esclarece Valéria. Em comparação a eficácia dos métodos, ambas atingem o mesmo objetivo, que é a depilação. Angélica conta que o laser consegue melhores resultados a curto prazo enquanto a LIP requer maior número de sessões.

 

Veja também outros tipos de depilação.

 

Consultoria

Angélica Pimenta, dermatologista

Valéria Campos, dermatologista

Mais lidas