Truques e aromas para apimentar a relação

Truques e aromas para apimentar a relação

Foto: Thinkstock/Getty Images

A rotina pode atrapalhar a relação sexual e esfriar a paixão na vida de muitos casais. Para não cair na mesmice e deixar que a falta de desejo tome conta do relacionamento, existem artifícios interessantes que podem ser usados para reviver o apetite sexual. Incensos, alimentos, perfumes, brincadeiras… A psicoterapeuta Rosalva Santos dá algumas dicas para quem gostaria de apimentar a relação com criatividade:

Incensos
Aromas diferentes podem contribuir para esquentar o clima. Rosalva explica: “Alguns aromas agem como estimulantes, além de proporcionarem um bem estar muito grande”. Exemplos:

Ylang-Ylang – Estimulante da sensualidade, afrodisíaco.

Prashanti – Combinação de mel com rosas que induz romantismo e sensualidade. Segredo de sedução de Cleópatra.

Ópium – Desperta a sensualidade de forma sutil e envolvente. Proporciona êxtase e prazer.

Morango – Sensualidade e prazer. Afrodisíaco e sensorial.

Cedro – Rejuvenescedor, afrodisíaco, aroma masculino.

Absinto – Exótico, estimula a imaginação, criatividade e sensualidade.

 

Truques e aromas para apimentar a relação

Foto: Thinkstock/Getty Images

 

Alimentos estimulantes
Nada melhor do que misturar alimentos deliciosos e passar momentos prazerosos ao lado do companheiro. Rosalva indica o que vale a pena ser consumido na hora H:

Maçã: fruto do amor e do pecado

Morango: afrodisíaco, romantismo, apetitoso, atraente, cheiroso e estimula fantasias

Uva: Afrodisíaco, romantismo, apetitosa

Chocolate: afrodisíaco e estimulante

 

Perfumes e acessórios

O perfume é um quesito importante no momento da relação sexual. “Os perfumes são bons estimulantes, desde que possuam substâncias químicas similares aos feromônios, que são os hormônios responsáveis por provocar excitação”, explica Rosalva. Além de caprichar na escolha do perfume, o casal também pode usar outras artimanhas: brincadeiras eróticas, géis, sais para massagens, pétalas de rosas, velas aromáticas e estimular os cinco sentidos: olfato, paladar, tato, audição e visão. “O diálogo é importante, pois possibilita conhecer melhor os desejos e fantasias do parceiro ou parceira. Inovar sempre, muito romantismo, carinho e criatividade!”, aconselha a psicoterapeuta.

 

Consultoria: Rosalva Ferreira Santos – Psicoterapeuta – CRP: 4/32609
Site: http://rosalva.com.br/

Mais lidas