“Perdi 12kg com ervas naturais!”

Leila Diniz, 34 anos, é advogada em Assis (SP) e conhecida como @ugust@ em seu blog: http://augusta-emagrecendo.blogspot.com/

Mulher com vestido branco e cinto rosa com laço

Foto: Arquivo pessoal

Peso de menos: “até os 28 anos, eu pesava 48kg e usava roupas PP. Era até magra demais, as pessoas diziam isso e às vezes até me irritava. A rotina de trabalho era árdua, com estudos, comia tudo o que queria, e a atividade física ficava por conta da correria do dia a dia”.

Salto na balança: “conforme fui melhorando financeiramente, fui engordando, pois tinha acesso mais fácil a supermercados e guloseimas, pizzarias à noite… Passei a almoçar em restaurantes diariamente, com comida farta e calórica demais. Creio que esse tenha sido o maior motivo para o descontrole na alimentação. Fui dos 48kg aos 66kg sem enxergar o que estava acontecendo”.

Alerta: “não me via gorda, mas as roupas me diziam que algo havia mudado. E o que mais me entristecia era encontrar com pessoas que diziam: ‘nossa, como você engordou!’. Era doído, estava habituada a ouvir o contrário”.

Frustrações: “tomei chá branco, verde, amarelo e vermelho. Mas sou intolerante a eles, passo muito mal e parei. Também tentei aumentar as fibras mas mesmo tomando muita água, ficava com a barriga dura e o bolo intestinal saía com muita dificuldade. Ficava 6 dias sem ir ao banheiro”.

Hora da virada: “em julho de 2008, na recepção do dentista, eu estava triste porque nunca havia tido problemas com peso. Vi uma revista com a história da Carolina Dieckmann, que tinha emagrecido, e pensei: ‘não basta ter dinheiro, precisa de disciplina. Se ela conseguiu, eu também consigo, só tenho que ter a mesma garra e perseverança’”.

Mudanças: “para emagrecer, passei a contar calorias, regulei meu intestino (com o Tamarine® em cápsulas, fitoterápico que vende em farmácia), comecei a fazer caminhadas de uma hora diária, fiz drenagem linfática e criei um blog. Também estabeleci um contato mais estreito com Deus”.

O Tamarine® é um medicamento natural composto de folha de sena, cássia fistula, tamarindus indica, coriandrum sativum e alcaçuz. Pode ser encontrado em cápsulas ou geleia.

Amigo virtual: “estar sozinha no emagrecimento é a maior dificuldade. O blog foi determinante para que eu não desistisse. Recebia comentários e apoio de outras meninas e via que não era só eu que tinha problemas com peso. Passei a postar fotos de looks, pois minha autoestima aumentou, e comecei a me cuidar mais. Pra mim, o blog é muito melhor do que qualquer terapia”.


Mulher com casaco preto, blusa rosa e calça jeans

Foto: Arquivo pessoal

Hoje: “minha reeducação alimentar será para sempre e deverá ser cada vez mais assídua. Quanto mais o tempo passa, menos posso comer para manter o peso”.

Conselhos: “pese-se toda semana. Anote sua alimentação e ficará surpresa com a quantia desnecessária de comida que ingere. Faça caminhadas, que funcionam! E lembre-se: um dia de cada vez”.

Cardárpio da leitora

Café da manhã: pingado feito com 50ml de café, 50ml de leite e 1 colher (café) de açúcar • 1/2 pão francês sem miolo ou 2 fatias de pão de forma integral com 1/2 colher (sopa) de requeijão light

Lanche da manhã: “não tenho, pois meu intervalo entre café e almoço é curto”, explica.

Almoço: 2 colheres (sopa) de arroz • 1 porção de carne do tamanho da palma da mão ou menor • 1 porção de legumes cozidos

Lanche da tarde: 1 fruta ou 1 barra de cereal ou 2 torradas com um pouco de requeijão e 80ml de pingado

Jantar: sopa. “Uma dica legal é quebrar um pouquinho de macarrão tipo cabelinho de anjo: fica mais encorpada e não acrescenta muito em termos de calorias”, sugere.

Ceia: 1 copo de leite quente.

 

E você, tem uma história de emagrecimento e superação para contar pra gente? Envie seu e-mail para malu@astral.com.br e fique de olho no site!

Mais lidas