Passo a passo para abrir sua franquia

Se você deseja empreender, mas tem pouca experiência na área de negócios, a franquia pode ser uma boa escolha. Apesar de ter algumas taxas extras que uma empresa tradicional não possui, esse tipo de negócio oferece um conhecimento de mercado e uma segurança que evitam que o dinheiro investido se perca.

A maioria dos franqueadores também oferece treinamento de funcionários e ajuda nos momentos de crise, colaborando para a facilidade de se conseguir um bom resultado com o trabalho. Com tantas vantagens, só falta agora conhecer os processos necessários para ter sucesso neste empreendimento.

Passo 3

Passo 3

Foto: Purestockx e Diomedia

Faça contato com a franqueadora e entre no processo de seleção da franquia melhor avaliada no passo 2. No processo de seleção acontecerá a avaliação de ambos os lados. Você deverá ter acesso a informações adicionais e mais detalhadas sobre o negócio e o que a franqueadora se propõe a oferecer em termos de suporte, como programas de treinamento, manuais e outras ferramentas de apoio (consultoria de campo, apoio em marketing para a rede, entre outros). Além disso, leia atentamente a Circular de Oferta de Franquia – COF e certifique-se de que não fique nenhuma dúvida em relação à regras, obrigações e a descrição do negócio. Também é ideal dar especial atenção às solicitações da franqueadora quanto à informações e documentos. Cada uma adota critérios próprios de seleção, e quanto mais você puder provê-la das informações que necessita, maiores serão as suas chances de continuar no processo e ser aprovado. Ouvir muitas perguntas é um bom sinal e reduz as chances de você não se adaptar ao empreendimento.

Passo 4

Passo 4

Foto: Purestockx e Diomedia

Antes da assinatura do contrato, que tal ser cliente por um dia? A COF costuma trazer os contatos de franqueados da rede. Vá a algumas das unidades e visite como se fosse um freguês, observando a forma como é atendido e a reação dos outros consumidores. Também é uma boa ideia conversar com alguns dos donos das franquias para ter uma noção melhor dos desafios enfrentados no dia a dia e formas de lidar com eles.

Passo 1

Passo 1

Foto: Shutterstock Images

Antes de começar, é importante decidir o que você gosta de fazer e o que quer para a sua vida. Esta reflexão determina se você deve ser um franqueado e que tipo de franquia deve abrir. Se o que você busca é liberdade, está disposto a correr riscos e quer alcançar uma renda, adquirir uma microfranquia pode ser uma boa opção. Faça uma lista com as franquias existentes mais atrativas para você. Leve em conta quais delas são oferecidas na cidade em que você mora ou onde planeja morar, sendo que elas devem pertencer ao ramo de atividade que você definiu anteriormente. Aqui existe a tentação de ser seduzido por outros tipos de negócios que, embora não sejam exatamente o que você gosta de fazer, podem ser mais lucrativos. Procure listar inicialmente as microfranquias dos tipos de negócios que você mais se identifique, ao mesmo tempo avaliando o cenário econômico do segmento.

Passo 2

Passo 2

Foto: Shutterstock Images

Consulte o website de cada uma das franquias listadas no passo 1. Lá, verifique o que eles exigem como pré-requisitos para a aquisição, como o perfil pessoal, o investimento inicial necessário estimado e as cidades e bairros que estão disponíveis em cada rede. Se você não se encaixa nestes primeiros pré-requisitos, nem siga avaliando aquela franquia específica. Continue a pesquisa das franquias restantes e leve em consideração o faturamento médio de uma unidade, qual o lucro esperado e outras características do negócio, como a necessidade de ponto comercial para a operação, horários obrigatórios de funcionamento do negócio, entre outros. Você está disposto a assumir estas características? O lucro esperado é compatível com suas necessidades ou planos de crescimento financeiro?

Passo 5

Passo 5

Foto: Shutterstock Images

Após a aprovação na seleção, chegou o momento de assinar o contrato. Leia com atenção a minuta do contrato para entender como será a relação com o franqueado. Caso sinta-se melhor, peça a ajuda de um advogado para melhor analisar as cláusulas. De uma forma geral, há pouco espaço para mudanças neste tipo de contrato, mas alguns pontos podem ser negociados, como multas por invasão de território e desconto no investimento inicial ou na taxa de franquia caso seja o primeiro franqueado da rede, por exemplo.

Passo 6

Passo 6

Foto: Shutterstock Images

Em seguida, se sua franquia exigir dedicação de tempo integral, será necessária a desvinculação de sua atividade profissional anterior. Este também é o momento de encontrar um ponto comercial para seu negócio, caso seja exigido. Certifique-se de que o imóvel esteja localizado em uma área de fluxo frequente de pessoas e que permite que a empresa exerça suas atividades. Só assim sua unidade vai conseguir o alvará da prefeitura. Alguns franqueados ajudam na procura do ponto e outras pedem para aprovar o local. Cheque se este é o caso com base no contrato ou na COF.

Passo 7

Passo 7

Foto: Shutterstock Images

Com o local determinado, é a hora de contratar o pessoal para a formação da equipe de sua franquia. Algumas redes exigem ou sugerem um número mínimo de funcionários para a realização das atividades. Na seleção, leve em conta se o candidato está apto a exercer as funções necessárias e se está disposto a participar dos treinamentos fornecidos pelo franqueado.

Passo 8

Passo 8

Foto: Shutterstock Images

Assinado o contrato, chega a hora de abrir uma empresa. Isso deve ser feito antes da inauguração da unidade, para cumprir obrigações fiscais e trabalhistas. Você deve providenciar a abertura de empresa (obtenção de um CNPJ – Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas). Também é necessária a abertura da empresa na Junta Comercial e todos os registros e licenças necessárias para a operação do negócio.

Passo 9

Passo 9

Foto: Shutterstock Images

O franqueado e a equipe passam pelo treinamento oferecido pelo franqueado para aprender a conduzir os processos segundo os padrões da rede e esclarecer as últimas dúvidas antes da estreia. É essencial ler o manual de operações com antecedência para saber se seus pontos principais foram abordados na prática. A aplicação de treinamentos não é obrigatória pela lei do franchising. Entretanto, o início efetivo das atividades de sua franquia dependerá muito da velocidade com que você cumpra com estas tarefas de preparação do negócio.

Passo 10

Passo 10

Foto: Rufino Bandeira/Colaborador

Defina junto com a franqueadora um plano de atividades prevendo todas as tarefas necessárias a serem realizadas até que sua microfranquia comece a funcionar e a atender clientes, dando um prazo para cada uma delas. Com toda a preparação feita, chega, enfim, o momento de abrir a loja. Dedique-se ao empreendimento e, sempre que precisar, conte com o suporte dos donos de outras unidades e do franqueador. Lembre-se de que, quando a unidade começa a operar, o franqueado inicia os pagamentos de royalties (pelo uso da marca e do sistema da franquia) e de publicidade, quando houver.

70 Franquias Baratas

70 Franquias Baratas

Foto: Divulgação

Na terceira edição da revista Ideias e Oportunidades, da Editora Alto Astral, além desse passo a passo para montar sua franquia, você encontra também um tira dúvidas sobre o assunto e descobre 70 franquias baratas. Já nas bancas 

 

Tags: ,

Mais lidas