Os maiores erros da coloração: saiba como evitá-los

Mulher de cabelos tingidos

Foto: Thinkstock/Getty Images

Tingir os cabelos e chegar no tom ideal não é uma tarefa fácil. Muitas vezes a raiz desbota mais rápido, o cabelo resseca, a tonalidade não fica da maneira desejada… No entanto, é possível reverter esses pequenos probleminhas com a ajuda de um especialista no assunto. Veja dicas do hairstylist Italo Saliccio e saiba como contornar essas dificuldades da coloração:

Raiz diferente das pontas

Raiz com a cor diferente das pontas é algo recorrente quando a tintura não é bem aplicada. É possível reverter esse problema facilmente, criando até mesmo um look mais moderno: “Se for o caso de pontas mais claras, isso dá um efeito degradê incrível e natural”, conta Ítalo.

Porém, se o problema for ao contrário, com a raiz muito mais clara do que o restante dos fios, o conselho é aplicar a tinta primeiro nas pontas e no comprimento: “Quando o cabelo é natural e se aplica a coloração direto na raiz, não dá muito certo. Comece primeiro pelo comprimento e pontas e, nos últimos 10 minutos, aplique na raiz para não ficar com a raiz mais clara e o resto dos cabelos escuros. O ideal é contar com a ajuda de um profissional”, explica o hairstylist.

Fios uniformes

Para deixar os fios uniformes e sempre acertar na cor, a dica é observar o número da coloração: “Isso é universal nas colorações cosméticas, por exemplo: Marrom dourado, seria 6,73. Vermelho intenso seria 6.66. Com a numeração certa você nunca vai errar o tom”, conta o especialista. “Para um tom uniforme, aconselho aplicar o restante da coloração nos últimos 10 minutos em todo o cabelo e deixar agir”, completa.

O tom ideal

Não importa se você é loira, ruiva ou morena: para mudar o visual e tingir os cabelos de uma cor diferente, o ideal é escolher tonalidades que combinem com o seu tom natural: “Uma dica que eu dou sobre mudanças de tom, é sempre se basear na cor de seus cabelos quando era criança. O tom cai muito bem e fica natural”, diz Ítalo.

Porém, não é nenhum pecado radicalizar: é possível mudar completamente a cor dos cabelos sem ficar com o visual carregado. “A cor deve partir sempre de um tom mais claro ou mais escuro do que os cabelos, para não pesar muita na hora de se olhar no espelho. Usar tonalizante é uma boa dica, porque se você não gostar ele sai gradativamente”, revela o especialista.

E as sobrancelhas?

Segundo o hairstylist, não é obrigatório tingir as sobrancelhas para combinar com o tom do cabelo: “Se quiser tingir, aconselho que este tipo de procedimento não seja feito por cabeleireiro e sim pelo designer de sobrancelhas. Ele vai saber se deve ou não e o produto correto para aplicar”.

Tintura que dura mais tempo

Uma boa dica para manter a cor por mais tempo é investir nos produtos com proteção UV: “A recomendação é usar os produtos para manutenção da cor com proteção UV e óleo de argan, que protege a cor e é antioxidante, evitando o desbotamento da coloração. E proceder a uma hidratação profunda a cada 15 dias com um profissional”, conclui o hairstylist.

Consultoria: Italo Saliccio, hairstylist

Tags:

Mais lidas