Os benefícios da corrida

Os benefícios da corrida

Foto: Thinkstock/Getty Images

Mais disposição, redução de medidas, menos estresse. Muitos estudos comprovam que a corrida, desde que orientada por um profissional, melhora até sintomas da TPM. Então, não perca a chance. Encontre tempo, calce o tênis e corra pra pista!

Kit básico

Tênis: escolha um modelo para o seu tipo de pisada, que pode ser pronada (para dentro), supinada (para fora) ou neutra (normal).

Top: opte por uma peça que se ajuste bem ao corpo, dê liberdade aos braços e sustente os seios.

Short: os de elastano comprimem o músculo e reduzem a sensação de fadiga. Se preferir um mais solto, escolha os que possuem abertura lateral.

Meias: as próprias para corrida evitam as bolhas.

Protetor solar: é sempre indispensável. Boné e óculos de sol completam o kit.

Benefícios

Pense melhor: a corrida proporciona maior oxigenação do cérebro, aumentando sua eficiência. Consequentemente, nota-se a melhora na agilidade do raciocínio, influenciando positivamente no desempenho de tarefas que exigem discernimento, reflexão, análise e solução de problemas.

Ossos: fortalece os ossos, prevenindo a osteoporose, doença comum entre as mulheres com mais de 50 anos. A lubrificação das articulações aumenta, o que diminui dores nas juntas.

Respiração: correr aumenta a capacidade respiratória e, ao combinar isso com a melhoria da performance cardiovascular, o resultado é muito mais fôlego e disposição.

Músculos: a corrida exige bastante da musculatura, principalmente na região das coxas e panturrilhas. Em cerca de três meses, já é possível notar a melhora do tônus muscular e, como também há perda de gordura, a definição fica mais visível e acentuada.

Autoestima: um dos benefícios é a perda de peso. A prática regular aumenta o metabolismo e o ganho muscular, o que favorece a queima calórica até mesmo depois do fim do exercício.

Coração: o exercício diminui as taxas sanguíneas do colesterol ruim (LDL) e estimula a produção do colesterol bom (HDL). Além disso, reduz a pressão arterial e melhora a eficiência cardíaca.

Na paz: correr libera endorfina, substância que causa uma sensação de bem-estar. Você se sente mais animada, tem maior facilidade para dormir e percebe uma redução na ansiedade durante todo o dia. Com a redução do estresse, os sintomas da TPM também tendem a diminuir.

Se você ainda não corre…

Faça um check-up: “se você tem menos de 30 anos, faça uma avaliação clínica e um eletrocardiograma antes de começar a correr. Se tem entre 30 e 60 anos, faça também um hemograma, uma avaliação das funções renal e hepática e um exame ergométrico”, aconselha Maurício Póvoa Barbosa, médico do esporte.

Procure orientação: peça a um profissional para montar um programa de corrida e acompanhar sua evolução.

Sem exageros: alongue, respeite seus limites e descanse, para evitar lesões.

Comece devagar: alternar caminhada e corrida é uma ótima forma de se adaptar.

 

Consultoria: Maurício Póvoa Barbosa, ortopedista e médico do esporte.
Fone: (0xx11) 2165-2351.
Site: www.orthobone.com.br

 

Mais lidas