Orações para celebrar a Páscoa

Domingo de Ramos

Marca o início da Semana Santa. Nesse dia, Jesus entrou em Jerusalém e foi ovacionado por aqueles que, mais tarde, iriam condená-lo e traí-lo. Em Mateus 21, 1-11, conta-se que a multidão espalhava ramos de árvores na estrada e a cobria com mantos, enquanto Jesus seguia. Vamos aproveitar esse domingo para celebrar a entrada triunfal de Cristo. No entanto, é tempo de firmar um compromisso maior com nosso Salvador, sendo fiel a ele até o fim, assim como ele é fiel a todos nós.

Segunda-feira

Comemora-se a purificação do templo. Muitos comerciantes de pombas e cambistas negociavam no templo sagrado, mas disse Jesus: “Está escrito, minha casa é uma casa de oração, mas vós fizestes dela um covil de ladrões” (Mateus 21, 12-13). Vamos também purificar nossos corações e levar apenas bons sentimentos diante do templo do Senhor.

 

Mulher rezando

Foto: Shutterstock Images

Terça-feira

O episódio da expulsão dos comerciantes do templo mostra como Jesus não hesitava em mostrar o bom caminho ao povo, mas muitas vezes, suas ações incomodavam os sacerdotes. No evangelho de Marcos 14, 1-2, as autoridades começam a planejar a prisão do Messias. Neste dia, devemos relembrar também as sete dores de Maria, que reencontra seu filho em Jerusalém, sofre com sua crucificação e com a solidão, depois de depositar o corpo de seu filho no sepulcro.

Quarta-feira

O ofício das trevas é lembrado neste dia, para reforçar que o mundo já estava em trevas com a proximidade da morte de Jesus. Em Marcos 14, 3 -11, conta-se que Judas já combinava entregar Jesus aos sacerdotes, em troca de dinheiro.

Quinta-feira

Inicia-se o Tríduo Pascal, três dias de preparação para celebrar a ressurreição de Jesus no domingo de Páscoa. No capítulo 13 do livro de João, encontramos o episódio do Lava-pés, quando Jesus humildemente lava os pés de seus discípulos e anuncia que um deles iria traí-lo. Devemos refletir sobre essa atitude de Cristo e tomá-la como exemplo, pois neste dia ensinou o mestre: “Como eu vos tenho amado, assim também vós deveis amar-vos uns aos outros”.

Sexta-feira

Jesus é crucificado neste dia, que é chamado de Sexta-Feira da Paixão. É importante relembrar a trajetória de Cristo até a cruz através da leitura de Marcos, capítulo 15 e manter uma postura de respeito por sua morte.

Sábado

Assim como na sexta-feira, no Sábado de Aleluia devemos manter o jejum espiritual, representando nossa espera pela ressurreição no terceiro dia. Para que possamos também ressuscitar para uma nova vida, devemos sepultar tudo aquilo que já não nos serve mais. A passagem de Pedro 3, 17-18 nos mostra que mais importante do que viver, é viver para fazer o bem.

Domingo de Páscoa

É chegado o dia do grande milagre, quando Jesus volta à vida, motivo de nossa grande celebração. No Domingo de Páscoa, muitas famílias se reúnem para festejar, mas nem sempre o real motivo da celebração é lembrado. Só ou com as pessoas queridas em seu lar, relembre o milagre da ressurreição na passagem de Marcos 16, 1- 8.

Oração para Sexta-feira Santa

“Ó Cristo ressuscitado, da morte vencedor, por tua vida e teu amor, mostraste a nós a face do Senhor. Por tua Páscoa o céu à Terra uniste e o encontro com Deus a todos nós permitiste. Por ti, ressuscitado, os filhos da luz nascem para a vida eterna e abrem-se para os que creem as portas do reino dos céus. De ti recebemos a vida que possuis em plenitude, pois nossa morte foi redimida pela tua e em tua ressurreição nossa vida ressurge e se ilumina. Volta a nós, ó nossa Páscoa, teu semblante redivivo e permita que, sob teu constante olhar, sejamos renovados por atitudes de ressurreição e alcancemos graça, paz, saúde e felicidade para contigo nos revestir de amor e imortalidade. A ti, inefável doçura e nossa eterna vida, o poder e a glória por todos os séculos. Amém!”

Oração ao Jesus Crucificado

“Ó Jesus crucificado que, com infinito amor, quisestes sacrificar a vida pela nossa salvação; aqui viemos para agradecer-vos tão grande bondade, mediante nossa entrega, arrependimento e conversão. Pedimos perdão pelas culpas que cometemos contra a justiça e a caridade fraterna. Queremos, como vós, perdoar, amar e acudir às necessidades de nossos irmãos. Dai-nos força para carregar a cruz de cada dia, suportando com paciência os trabalhos e enfermidades. Amigo dos pobres, dos enfermos e dos pecadores, vinde em nosso socorro! E, se for para nosso bem, concedei-nos a graça que instantemente vos pedimos… Ó Jesus crucificado, caminho, verdade e vida, prometemos ser fiéis ao vosso amor, seguir-vos hoje e sempre, a fim de que, purificados pelo vosso precioso sangue, possamos partilhar convosco das eternas alegrias da ressurreição! Assim seja. Senhor, eu vos agradeço por terdes morrido na cruz pelos meus pecados! Meu Jesus, misericórdia! Pai-Nosso, Ave-Maria, Glória.”

Oração da Ressurreição

“Deus, nosso Pai, cremos na ressurreição da carne, pois tudo caminha para a definitiva comunhão convosco. É para a vida, não para a morte, que fomos criados, pois como sementes que se guardam na palha, nós nos guardamos para a ressurreição. Temos certeza de que vós nos ressuscitareis no último dia, pois na vida dos vossos santos tais promessas se confirmaram. O vosso reino já está acontecendo no meio de nós, porque cada vez mais aumenta no homem a sede, a fome de justiça e de verdade e a indignação contra toda forma de mentiras. Temos certeza de que todos os nossos medos serão vencidos; toda dor e sofrimento serão mitigados, porque vosso anjo, nosso defensor, nos escudará contra todo mal. Cremos que vós sois o Deus vivo e verdadeiro, porque os tronos caem, os impérios se sucedem, os prepotentes se calam, os espertos e velhacos tropeçarão e ficarão mudos, mas vós permaneceis conosco para sempre. Que nos proteja na nova vida hoje e sempre.”

Fonte: www.apenasoracao.blogspot.com

www.mensagensangels.com.br

www.acheoracao.com.br

 

Mais lidas