Frutas fresquinhas e suas propriedades

Frutas fresquinhas e suas propriedades 

Para hidratar o organismo e aliviar aquela sensação de cansaço nos dias mais quentes, aposte nessas opções:

Pêra: fruta originária da Europa, onde é chamada de fruta manteiga, por conta de sua textura macia e sabor delicado. Esta fruta rica em água e vitaminas do complexo B, que regulam o sistema nervoso e o aparelho digestivo. A pêra também possui vitaminas A e C e minerais, que contribuem para a formação dos ossos e dentes. As fibras auxiliam o funcionamento intestinal e a absorção de nutrientes.

Abacaxi: fruta nativa da América do Sul, rica em fibras solúveis, que ajudam a controlar os níveis de colesterol no sangue.

Maçã: Além de conter pectina, uma fibra solúvel que dificulta a absorção das gorduras, da glicose e elimina o colesterol, a maçã tem ação diurética, ou seja, o potássio contido na polpa da fruta elimina o sódio e, conseqüentemente, o excesso de água do corpo.

Açaí: é uma palmeira do norte do Brasil, típico da região amazônica, chegando até a países vizinhos como Guiana e Venezuela. Por seu alto valor energético, é indicado para pessoas que praticam atividade física, para ser consumido logo após os exercícios. Deve ser evitado por pessoas em dieta hipocalórica, já que 100g da fruta fornecem 247kcal.

Guaraná: também nativo da Amazônia, tem em suas sementes cafeína, água, amido, ácido tânico, fibra vegetal, cálcio, ferro, fósforo, potássio, tiamina e vitamina A. Esses componentes dão ao guaraná uma ação incomparável como estimulante do sistema nervoso central, tendo, ainda, ação benéfica sobre o estômago e o intestino, livrando-os de toxinas e fermentações. A cafeína, teobromina e teofilina causam um efeito diurético e estimulante, diminuindo o cansaço. Deve ser consumido com cautela porque, quando usado por um período prolongado ou excessivo, pode inibir a capacidade restaurativa do organismo e diminuir a absorção de nutrientes pelo intestino.

Banana: é conhecida como excelente fonte de potássio, sendo indicada para evitar cãibras. Mas a banana também é rica em carboidratos e minerais como sódio, cloro, fósforo, magnésio, enxofre e cálcio, além das vitaminas A, B1, B2, C e niacina.

Laranja: está diretamente associada à vitamina C, antioxidante que protege as células contra danos causados pelos radicais livres (produzidos no organismo com a queima de oxigênio). Uma laranja de tamanho médio contém cerca de 70mg desta vitamina. Mas a laranja não é apenas fonte de vitamina C, ela tem ainda quantidades menores de outras vitaminas e minerais como betacaroteno, tiamina, folato e potássio.

Goiaba: Mais consumida in natura ou na forma de doces e compotas, a goiaba é uma excelente opção para sucos. Aliás, o suco de goiaba já é bastante difundido no nordeste brasileiro. As goiabas têm quase cinco vezes mais vitamina C do que as laranjas. A fruta é ainda uma boa fonte de potássio e ferro. Por conter apenas 60 calorias, em média, a goiaba é uma sobremesa prática, deliciosa e de poucas calorias. Pode ser consumida inteira ou em pedaços, sozinha ou em saladas de frutas.

Melancia: embora constituída em sua maior parte de água, a melancia é muito nutritiva, pois fornece vitaminas A e C, potássio e licopeno, um antioxidante natural que auxilia no combate de doenças como o câncer de próstata. Uma porção de 100 g de melancia contém apenas de 25 a 30 calorias.

Texto: Aline Mendes

Mais lidas