Entrevista Marieta Severo

Entrevista com Marieta Severo

Foto: Adrían Karím Fortunat / Rede Globo

 

Em 1965, ela foi acompanhar uma amiga em um teste para uma peça e acabou sendo convidada pelo diretor Luiz Carlos Maciel para um papel no filme Society em Baby Doll. Pronto, o destino de Marieta Severo já estava traçado. Este foi só o primeiro trabalho da atriz que, hoje, coleciona papeis memoráveis na tevê. No ar há 12 anos dando vida à Dona Nenê no seriado A Grande Família, Marieta é daquelas que ‘deixa a vida te levar’ e não gosta de planejar o futuro. “Se tivessem me perguntado no primeiro ano se eu queria fazer um programa que iria ficar 12 anos no ar, eu teria respondido que não”, confessa a atriz. Nesta entrevista, Marieta fala sobre as novidades do seriado, as mudanças no visual de sua personagem, além de revelar que já sofreu ataque nas ruas por conta de um trabalho. Confira o bate-papo exclusivo com a atriz:

Guia da TV: Como você encarou as mudanças de A Grande Família?
Marieta: “Eu acho que foi uma ideia maravilhosa dos autores fazerem essa passagem de tempo. A maior mudança foi o crescimento do Florianinho. O público cobrava muito a presença dele. Agora, não só essa cobrança vai ser atendida, como eu acho que a entrada dele deu  um frescor que uma criança, um adolescente traz a uma família. Agora, parece que a família ficou mais de verdade!

Guia da TV: Se A Grande Família durasse mais 12 anos, você continuaria ali?
Marieta: “Só se fosse com Dona Nenê no asilo! Eu sempre fui muito ligada ao aqui e agora, não sei planejar. Se tivessem me perguntado no primeiro ano se eu queria fazer um programa que iria ficar 12 anos no ar, eu teria respondido que não.  No entanto, esses anos todos se passaram e eu olho agora para trás de uma forma muito leve e com muito prazer. Eu não queria estar em outro lugar. Não queria estar fazendo outra coisa. Sou muito feliz de estar neste programa e estar fazendo isso. É um programa do qual todos nós nos orgulhamos muito.”

Guia da TV:Você mudou o visual por conta dela estar mais chique nesta nova temporada?
Marieta: “Um pouco.  Talvez ela tenha ganho uma atualizada no figurino, mas sem perder suas características. O cuidado da equipe com a Dona Nenê é porque todo mundo gosta muito do jeito dela. Ela é aquela mulher que anda dentro de casa arrumada, nunca está desarrumada.  Mas, o tempo passou, é como se ela tivesse mais madura.”

Guia da TV: O público ainda confunde ator e personagem?
Marieta: “Não. Eu costumo dizer que o público brasileiro é craque em dramaturgia. Eles sabem bem distinguir o que é o personagem e o que é o ator. Já me jogaram pedras por causa de um personagem! Isso aconteceu quando fiz O Sheik de Agadir e estava em Copacabana. Mas, agora não existe mais isso. O público me acompanha há não sei quantos anos! Ele sabe o que é a minha vida e o que é a personagem. Isso é ótimo!”

Guia da TV: A exemplo dos seus companheiros, você também usa os seus projetos paralelos como um respiro neste trabalho?
Marieta: “Seria absolutamente impossível fazer A Grande Família esses anos todos, sem que todos nós fizéssemos vários personagens no cinema ou no teatro. Eu ainda construí um teatro, junto com a Andréa Beltrão. Quando você sai para fazer outra coisa, volta com outra energia, com outra vibração.”

Guia da TV: Quais são os seus projetos paralelos para este ano?
Marieta: “Esse ano, eu não vou fazer teatro. Foi um ano em que eu optei por fazer só A Grande Família.  Eu já cheguei no ponto de pensar que até a minha empregada tem folgas, mas eu não. Por isso, este ano, estou tentando ver se fico apenas na administração do teatro. Minhas amigas não acreditam, mas eu pelo menos, vou tentar.”

Mais lidas