Entrevista: Maitê Proença revela o segredo para a boa forma

Maitê Proença de roupa preta

Foto: Roberto Filho / AgNews

 

Com 54 anos, Maitê Proença esbanja uma beleza de dar inveja em muita menininha por aí. Em entrevista para a a Guia da TV, a atriz revelou alguns segredos para manter a boa forma. Para Maitê, o importante é fazer tudo o que tem vontade! “Se a gente fica muito xiita e muita rígida com os prazeres, tudo fica desagradável”, afirma. A atriz ainda fala sobre os cuidados com a pele e revela quais os produtos que usa para estar cada vez mais jovem. Ela está linda, não é mesmo? Acompanhe o bate-papo:

Guia da TV: Recentemente, você fez uma cena de nudez que ficou incrível. Você está com um corpo fenomenal!
Maitê: “É o ângulo! (risos) Se eu engordar um quilo, eu emagreço no dia seguinte. A gente não pode esperar chegar a ficar com cinco quilos pra poder emagrecer, porque aí fica impossível e é uma tarefa triste. Eu não gosto de fazer regime e conheço muito bem as minhas limitações e ando dentro delas. Mas eu não deixo de fazer coisas deliciosas e  no dia seguinte, eu faço bem menos.”

Guia da TV: E como você faz pra manter o corpo sempre em  forma?
Maitê: “Eu me alimento bem desde sempre. Se eu tenho uma dica pra dar é que, se você engordar um quilo, perca esse peso. Mas  pode comer as porcarias que você gosta, porque a vida também é feita dos prazeres, né? Se a gente fica muito xiita e muita rígida com os prazeres, tudo fica desagradável. Você fica uma pessoa muito séria, sem humor e sem flexibilidade. E isso não faz muito bem para saúde. Esse excesso de regra e falta de flexibilidade também envelhece e faz mal, deixa a pessoa triste. A pessoa cheia de regrinhas parece uma beata, isso não faz bem. Quer fumar, fuma. Os índios fumam. Seja feliz.”

Guia da TV: Você é considerada um ícone da beleza feminina. Quais são os cuidados que você tem com a sua pele?
Maitê: “Ao acordar, a primeira coisa que eu faço, antes mesmo de falar bom dia, é tomar um copo de água quente bem devagarzinho. Eu vi o Dalai Lama fazendo comecei a  fazer também. O benefício eu não sei (risos)… Mas acredito que certamente algo acontece (brinca). Para a pele, infelizmente,desenvolvi uma alergia e parece que é acumulativo. Eu vivo dentro de estúdios, avião, teatro, e tudo é cheio de poeira. Às vezes, eu fico com mais rugas porque fica nesse processo de inchar e desinchar. A pele fica fina porque o corticóide afina e destrói. Eu não posso usar produtos químicos. Tento desenvolver outras características porque essa coisa externa, ela tem prazo de validade. Meu desenvolvimento é no sentido de fazer uma caminhada bonita. Eu quero viver bastante! Esse negócio de viver pouco não é comigo não! Até fiz uma promessa pra minha filha (risos) de que eu nunca morreria. Eu quero olhar pra trás e ver que deixei coisas boas.”

Guia da TV: Mas você está usando algum produto específico para a pele?
Maitê: “Eu já usei pau de mulateiro que tem um nome esquisito, mas é incrível é rejuvenescedor. Conheço um sujeito que é do cerrado, que faz essas coisas. Ele é alquimista e entende. Eu sei que os produtos são bons, porque o negócio dele dura pouco (risos)… Não tem conservantes e ele me explicou com tanta paixão que eu sei que eu posso usar. Os indianos dizem que a gente só pode colocar na pele aquilo que a gente pode comer. Eu não sei se a gente vai chegar nesse nível de perfeição, mas a gente tem essa ideia norteando. Mas o nome dele eu não passo pra ninguém. Ele é meu mágico, né?”

 

Mais lidas