Entrevista: Flávia Alessandra fala sobre a preparação para Salve Jorge

Flávia Alessandra e Rodrigo Lombardi em Salve Jorge

Foto: João Miguel Júnior / Rede Globo

Flávia Alessandra mal descansou de suas férias de Morde & Assopra e já está de volta à tevê. Agora a atriz dá vida a Erica, uma das protagonistas de Salve Jorge, , e conversou com a Guia da TV sobre sua personagem. “A Érica é uma mulher bacana, resolvida, ética, que mesmo depois de correr o risco de perder de novo o namorado, o homem da vida dela, vai ajudar na busca para encontrar a Morena. Então, é uma mulher com ideais muito bacanas e corretos e, ao mesmo tempo, uma mulher divertida, normal, que ama o que faz. Está sendo muito gostoso de fazer. Torço para que ela fique com o Theo“, afirma.

Flávia garante que tem muito em comum com sua personagem e revela estar na torcida para Erica se dar bem na trama. “Sou da linha da Érica. Prefiro ser correta, acho que a vida é cíclica e uma hora vem o ‘aqui se faz, aqui se paga’. Tem a lei do retorno. Acho muito bacana ela ser ‘a correta’ e ‘a ética’. Eu fico do lado dela”, afirma.

Para dar vida à veterinária, a atriz fez laboratório na AMAN (Academia Militar das Agulhas Negras). Durante este período, Flávia conversou com uma veterinária do local,  fez treinamento físico militar com eles, refeições com eles, e até usou uniforme! ” Só o processo de colocar o uniforme já era uma novela! Era difícil conseguir encaixar tudo, acertar bonitinho. O cadarço tem de ser para dentro, o elástico por fora. Durante todo o treino, tivemos oportunidade de dirigir blindados, de dar tiro, de fazer tudo dentro do universo deles”, conta além de garantir que este processo foi muito enriquecedor.

Flávia Alessandra em Salve Jorge

Foto: Raphael Dias / Rede Globo

Com 38 anos, Flávia afirma não ter problemas em deixar a vaidade de lado para dar vida a Erica. “Não tenho nenhum problema em não usar muita maquiagem para a Érica. A Alzira (Duas Caras) era assim e, depois, teve o outro lado dela, do pole dance. Mas até o capítulo 50 era cabelinho para trás, roupa de enfermeira e é muito bom quando você já tem uma personagem pronta, com as vestimentas. Porque já está com as parafernálias ali, prontas, dizendo a que veio. A gente sempre coloca renda, tons claros misturando com jeans porque ela é uma mulher prática, que tem universo de montaria e que ela ama. Mas sempre tem a pitada do romantismo nela porque certamente ela é uma mulher romântica”, revela.

Sobre a boa forma, Flávia disse que está mais magra para a personagem. “Quando o treinamento acabou, a gente começou nesse mergulho aqui, eu e a Fernanda Paes Leme. Como vamos fazer militares, a gente falou: ‘vamos ter de estar sarada porque vimos como era a rotina de lá”. E começamos uma brincadeira das ‘vets saradas’. ‘Vets’ é como as veterinárias se chamam. E a gente começou a se ajudar. De repente, a Fê emagreceu para caramba e eu acabei caindo um manequim nessa malhação mais intensa”. A atriz ainda revelou que adora comer e, por isso, tem que malhar mais! “Não tem outra fórmula. Eu me controlo mais durante a semana. Mas eu prefiro malhar mais, ou mais pesado, e poder comer feliz. Não sou aquela pessoa de ficar de dieta e passar fome. Não dá.”

Mais lidas