Entrevista com Rômulo Neto

Prestes a estrear seu novo trabalho na tevê, o personagem Tito Rabelo da próxima novela das sete, Sangue Bom, o ator Rômulo Neto conversou com a Revista Guia da Tevê e contou detalhes do papel, assim como sua volta à Rede Globo. O galã falou também sobre Cléo Pires, com quem está tendo um relacionamento. Confira a entrevista:

 

Entrevista com Rômulo Neto

Foto: Reinaldo Marques/Rede Globo

 

Guia da Tevê: Após cinco anos na Record, como está sendo esse retorno a Globo?

Rômulo: “É um prazer retornar para uma empresa que eu gosto muito. Meu primeiro trabalho foi na Globo (Malhação), vivi uma ótima experiência. Tudo tem sua hora. Estou numa novela maravilhosa, o Dennis Carvalho é um diretor muito legal.”

Guia da Tevê: Tito Rabelo vai aprontar muito em Sangue Bom? Conta mais sobre seu personagem…

Rômulo: “O personagem é maravilhoso. Agradeço a oportunidade da Maria Adelaide Amaral. Ele tem falta de afeto e valores. Cresceu muito sozinho, nem o dinheiro supre essa falta de carinho e amor. Não tem a proximidade dos pais no dia a dia, sabe? O Tito cresceu com essa carência.”

Guia da Tevê: Como foi seu processo de composição para elaborar o perfil dele?

Rômulo: “Vi alguns filmes. Conheço bem esse tipo de perfil… Ele tem o ego muito aflorado, é mimado, faz coisas inescrupulosas, não pensa no próximo. Procurei entrar no personagem através de estudo. Como foi a infância dele… Por que ele se tornou um cara assim… Como era o tratamento que ele tinha em casa. Busquei na raiz dele, fiz a ordem cronológica decrescente dele.”

Guia da Tevê: Podemos classificá-lo como um vilão?

Rômulo: “Ele não é um vilão. Claro, ele está em cimo do muro: pode ir para um lado ou para o outro. Mas no fundo, ele tem um ótimo coração, só precisa de amor mesmo.”

Guia da Tevê:  Esse é um ano de algumas mudanças na sua vida, profissional e pessoal. Você é um cara que sente a necessidade de namorar firme?

Rômulo: “A vida é feita de fases. De fato, eu prefiro namorar a ficar solteiro. É muito bacana se relacionar com alguém, dividindo alegrias, tristezas e todos os momentos.”

 

Entrevista com Rômulo Neto

Foto: Daniel Delmiro/AgNews

Guia da Tevê: E o namoro com a Cléo Pires?

Rômulo:  “A gente não fala sobre rótulos… Simplesmente estamos juntos e felizes.”

Guia da Tevê: É verdade que você sempre achou ela interessante?

Rômulo: “Sempre, é verdade sim.”

Guia da Tevê: Como você lida com o interesse do público e da mídia na sua vida pessoal? Te incomoda esse assédio?

Rômulo: “Às vezes pode até incomodar, mas é algo que faz totalmente parte da profissão, não tem jeito. O segredo é saber lidar com isso numa boa, e não levar para o lado pessoal e nem entrar em crise.”

Guia da Tevê: Você assinava Romulo Arantes Neto artísticamente. Há pouco tempo você retirou o “Arantes” na hora dos créditos. Por que resolveu fazer essa mudança?

Rômulo: “Estou num momento mais maduro, de me reciclar. E o meu nome é igual ao do meu pai: Romulo Arantes Neto. Meu pai faleceu há um bom tempo já. Quis entrar numa fase da minha vida, tirar um pouco o peso do sobrenome dele e tentar fazer minha própria carreira, sem nenhum vínculo. Eu amo ser filho dele, tenho muito orgulho. Sou fã, mas quero criar a minha história. Acho que soa melhor Romulo Neto. É mais curtinho (risos).”

Guia da Tevê: Você também está em cartaz no musical “Rock in Rio”. Já teve alguma situação inusitada durante a temporada?

Rômulo: “Fiquei dois dias ruim, problema de saúde. Fui substituído em uma sessão. Mas precisaram de mim, e mesmo doente, fui fazer a peça.”

Mais lidas