Entrevista com Rodrigo Sant'Anna

 

 

Entrevista com Rodrigo Sant'Anna

Foto: Blenda Gomes

 

 

A alegria das noites de sábado! Rodrigo Sant’Anna é responsável por um dos quadros mais engraçados do programa Zorra Total, na Rede Globo. O bordão “ai como eu tô bandida” faz o maior o sucesso e é impossível não se divertir com a sua personagem Valéria. E claro, não podemos esquecer do pagodeiro Admilson, apaixonado pela Lady Kate. Quando ele aparece nas telinhas cantando “eu me apaixonei pela pessoa errada”, a risada é certa! Confira o papo com este comediante que veio para ficar!

 

 

 

 

 

 

 

 

Guia da TV: Você sempre quis ser ator?

Rodrigo: “Comecei a ter vontade de ser ator na adolescência. Não saberia te dizer de onde veio. Minha mãe sempre foi uma palhaça, se vestia de vários personagens. Talvez tenha vindo daí, inconscientemente, já que, na época, eu tinha vergonha deste comportamento dela.”

 

Guia da TV: Quando descobriu que fazer comédia era a sua praia?

Rodrigo: “Foi quando eu comecei a perceber que as pessoas riam de mim. A partir daí, eu me dei conta de que poderia ser engraçado. Tenho prazer em fazer as pessoas rirem.”

 

Guia da TV: O bordão de seu personagem “Ai como eu tô bandida”,  já caiu na boca do povo. Você costuma dar palpites nas cenas?

Rodrigo: “Não sei se chamaria de palpite, mas sempre improvisamos e os colegas de cena e a direção estão muito abertos aos improvisos. O que for bacana, sempre fica.”

 

Guia da TV: O que a fama e a popularidade do personagem mudaram na sua vida pessoal?

Rodrigo: “Nada. Continuo fazendo as mesmas coisas, apenas com um assédio maior, mas até à Rua da Alfândega (no Rio) eu vou quando necessário.”

 

Rapidinhas

Data e local de nascimento: 31/03/81 – Vila Isabel

Apelido: Não tenho apelido… Talvez Digo ou Rô.

Lembrança mais gostosa da infância: Brincar na rua.

O que te faz rir: Meus amigos de cena (Katiuscia, Thalita, Caike e Athaide).

O que te faz chorar: Em um dia emotivo, me emociono com o quadro ‘Lata Velha’, do Caldeirão do Huck.

Melhor hora do dia: 10:30 da manhã: não é tão cedo, mas ainda é manhã, o que eu adoro.

Uma palavra que resume você: Alegria!

Mais lidas