Entrevista com Ricardo Tozzi

Entrevista com Ricardo Tozzi

Foto: Anderson Borde / AgNews

 

Ele largou a carreira de executivo para seguir o sonho de atuar em novelas. E não é que deu certo? Hoje, Ricardo Tozzi curte o sucesso de mais um personagem na tevê. Um não: dessa vez são dois ao mesmo tempo! O ator é responsável por dar vida ao cantor Fabian e ao misterioso Inácio. Ricardo confessa que o desafio é grande, mas está adorando interpretar dois personagens tão diferentes em Cheias de Charme, novela das sete da Rede Globo. Lindo e muito simpático, o ator falou com a Guia da TV e revelou detalhes sobre os seus personagens, além de comentar sobre o assédio nas ruas. Com um gato deste jeito, a gente entende que é difícil se controlar! Confira o bate-papo:

 

Guia da TV: Você é tão vaidoso quanto o Fabian?
Ricardo
: “Para fazer o Fabian eu preciso de certa transformação. Uso apliques claros no cabelo e coloco lentes azuis. Ele é um cara brega que se acha um conquistador. Interpretar o Inácio é mais fácil. É só tomar um banho, colocar a roupa e fica tudo certo (risos). Mas eu, Ricardo, não sou tão vaidoso como o Fabian. Na verdade, eu já fui, mas hoje em dia acho que a vaidade está mais no meu trabalho. A vaidade significa chegar naquilo que preciso para que o personagem seja crível e legal. Essa é a minha vaidade atualmente.”

Guia da TV:Como é trabalhar em uma novela com dois personagens? Está muito puxado?
Ricardo: “Está muito puxado! Mas estou gostando bastante e eu estou muito feliz!”

Guia da TV: Você precisou fazer aulas de canto para interpretar o Fabian?
Ricardo: “Fiz aulas de canto e de dublagem também. O que é bem difícil, mas busquei o Fabian na minha cabeça. Não fico olhando muito para fora, olho mais para dentro, me inspiro em alguém, mas não tento imitar ninguém. Depois eu tomo um banho e viro o Inácio.”

Guia da TV:Você chegou a se inspirar em algum cantor em especial?
Ricardo: “Eu me inspirei em vários e em nenhum ao mesmo tempo. Não tem ninguém em que eu tenha me inspirado profundamente. Eu estou cantando, mas a voz do Fabian não é minha. Como ele é o maior cantor do país dentro da trama, a gente escolheu um vozeirão mesmo. Eu não tenho este preparo. Comecei a cantar agora, mas eu canto as músicas para interpretar e ficar de verdade. Mas a voz que vai ao ar não é a minha.”

Guia da TV: O Inácio tem um segredo, como é isso?
Ricardo:
“O Inácio está fugindo de uma pessoa que armou para ele. Na verdade, ele está fugindo de uma história que é uma cilada. Eu não sei qual história é essa. Mas confio nele, porque é um cara de boa índole. É um cara nobre e de muito caráter, alguém armou pra ele. Ele está precisando recomeçar a vida. Mas eu não sei o que é. Também queria muito saber!”

Guia da TV: Qual foi o maior desafio para encontrar esses dois personagens?
Ricardo: “O maior desafio foi encontrar os dois personagens e dar credibilidade ao dois ao mesmo tempo. Sabendo que um esbarra no outro e não podem ficar completamente diferentes. Eu acho que essa concepção de acordo com o briefing que eu recebi da direção foi o mais difícil. E com certeza é o maior desafio.”

Guia da TV: E você gosta de sertanejo universitário?
Ricardo: “Eu sou do interior de São Paulo eu sempre gostei de sertanejo. O que eu mais ouvia era a dupla Leandro e Leonardo.”

Guia da TV: No ano passado um site gay promoveu uma competição entre você e o Cauã Reymond para saber que ator seria o mais bonito. E você ficou em primeiro lugar. Como foi isso?
Ricardo: “Eu encarei como elogio, porque o público GLS que elegeu é super crítico. Se eles gostaram, está tudo ótimo! Eu acho que foi em decorrência do personagem que eu fiz em Insensato Coração. Como ele não tinha muita inteligência ou  esperteza, ele usava o lado sensual.”

Guia da TV: Você sofreu alguma consequência disso na rua?
Ricardo: “Eu acho que o assédio na rua aumentou bastante porque é um personagem bem popular. Mas todo mundo respeita. É um assédio que é mais por brincadeira.”

Guia da TV:Mas o assédio é tanto de homem como de mulher?
Ricardo: “Não. É muito difícil alguém assediar na cara dura. O ator tem que manter uma postura, que na verdade, é o personagem que está lá. Eu, Ricardo Tozzi, sou tímido, sou na minha. Talvez isso crie uma barreira. Então ninguém nunca vem me assediar assim. Mas é sempre muito simpático, carinho de fã. É muito legal!”

 

Mais lidas