Entrevista com Renata Dominguez

Entrevista com Renata Dominguez

Foto: Michel Angelo / Rede Record

 

Mulherão! É assim que Renata Dominguez define a sua personagem na minissérie Rei Davi, novo sucesso da Rede Record. Com 31 anos, a atriz confessa que, pela primeira vez, está se sentindo mais sensual e poderosa na tevê . Nesta entrevista, Renata comenta sobre a personagem Bate-Seba e como se preparou para este novo desafio. Confira:

 

Guia da TV: Você gravou as suas cenas e até o dia do lançamento para imprensa de Rei Davi você não tinha visto nada da personagem Bate-Seba. Como foi assistir, na primeira vez, as cenas de sua personagem?
Renata: “Eu tinha gravado em maio e até o dia da coletiva de Rei Davi eu não tinha visto as minhas cenas. Foi muito louco ver o clipe da minissérie! Isso porque eu tinha gravado já há nove meses. Tenho só a agradecer a oportunidade de fazer a Bate-Seba. Agradeço a todos os departamentos, que estudaram muito para chegarmos até aqui. Tivemos workshop de história, de cerâmica e culinária e os homens fizeram aulas de luta. Fui atrás de tudo o que eu podia e acabei descobrindo coisas que eu nem sabia que existiam na história de Davi.”

 

Guia da TV: Então o trabalho em Rei Davi serviu como um grande aprendizado, onde você teve a oportunidade de descobrir passagens da história que até então não conhecia?
Renata: “Quando a gente fala da história do Rei Davi, lembramos da luta entre ele e Golias. E, na verdade, esta história é muito mais do que isso. Quando me convidaram para fazer a Bate-Seba logo vi que ela era uma mulher que sabia o que queria e era de poucas palavras. Ela percorre um longo caminho para obter o perdão de Deus, após cometer o adultério, cedendo aos encantos do Rei. Ele tem erros e vai aprender com eles. O filho do primeiro casamento morre, mas após se apaixonar por Davi, ela tem um filho com ele, sendo abençoada pelo nascimento de Salomão.”

 

Guia da TV: O que a Renata Domingues tem de parecida com a personagem Bate-Seba?
Renata: “Pouca coisa. Eu sou mais moleca, já a minha personagem é mais mulher, mais sensual. Esse lado eu não exploro e tenho aprendido com ela. Um ensinamento que aprendi com a Bate-Seba é a de se renovar a fé. Estamos no mundo sem fé, sem limite. Talvez esta história desperte mais nas pessoas a fé, o perdão, podendo servir como uma reflexão para as pessoas.”

 

 

Entrevista com Renata Dominguez

Foto: Michel Angelo / Rede Record

Guia da TV: Para compor o visual da personagem Bate-Seba você levou muito tempo?
Renata: “Em média eram umas três horas por dia para ficar pronta, com a pele bronzeada, com o decote certo, até porque essa personagem foi pensada para exalar sensualidade. A Bate-Seba tinha essa necessidade de chamar a atenção e nada é forçado nela. O tempo dela sempre foi olho no olho. A Bate-Saba é uma mulher apaixonada pela vida. O cabelo, que está com aplique, também dava muito trabalho. Antes, os fios davam muitos nós e meu cabelo caia muito. Depois deixei para cuidar de tudo na Record e deu certo.”

 

Guia da TV: Essa personagem exigiu muito de você por te ruma carga dramática forte?
Renata: “A personagem realmente sofre muito. Dramaturgicamente falando ela é bem intensa. A cena da perda do filho foi muito forte para mim. Ainda não sou mãe, mas trouxe esse sentimento materno dentro de mim. Nessa cena, em especial, eu estava sentada no chão, chorando e queria morrer. A minha personagem é a primeira mulher da linha de Jesus e não foi um ser humano perfeito, assim como nós.”

 

Guia da TV: Depois de assistir algumas passagens da minissérie, qual cena você destacaria como a mais forte, marcante?
Renata: “A do nascimento de Salomão, o segundo filho de Bate-Seba. Chorei muito no dia em que gravei e no dia do lançamento da minissérie, quando essa cena passou, quase chorei novamente. Sem dúvida, essa foi a cena mais densa da Bate-Seba.”

 

Guia da TV: Você aprofundou os estudos para dar vida a Bate-Seba?
Renata: “Eu conhecia a história dela de forma superficial, até porque é pouco citada na Bíblia, mas com relevância. O nome dela significa a sétima filha e essa foi a minha sétima personagem. Hoje aprendi o significado do número sete.”

Mais lidas