Entrevista com Mayana Neiva

Entrevista com Mayana Neiva

Foto: Ricardo Leal / Colaborador

 

De bem com a vida! Mayana Neiva já estudou nos Estados Unidos, fez teatro, foi miss, teve uma banda e agora se prepara para entrar na novela Amor Eterno Amor. A atriz vai dar vida à Elisa, o grande amor de Carlos, personagem de Gabriel Braga Nunes. Mas, apesar da agenda  lotada, Mayana mantém uma vida tranquila e está bem longe de ser uma pessoa estressada. “Para mim, se cuidar é andar na praia, é amar, é fazer as coisas boas”, revela atriz. Mesmo com uma beleza estonteante, Mayana afirma que não que não é vaidosa em excesso e garante que ainda leva bronca do pai por não estar sempre tão bem-arrumada. Confira as outras revelações da atriz nesta superentrevista!

 

Guia da TV: Como você vê esse trabalho em Amor Eterno Amor?
Mayana: “Acho que a Elisa vai me trazer muitos aspectos novos. É uma personagem que não tem nada a ver com nenhuma que eu já fiz. Ela é muito misteriosa, guarda muitas faces. Gosto de pensar que ela é o abraço do mistério na vida do Carlos, personagem de Gabriel Braga Nunes. E isso, em certo ponto, me faz ser parecida com ela. Acho que a gente guarda muitas faces, que só o tempo e alguns acontecimentos revelam. Eu estou aberta para a vida como ela. E a gente sempre tem amores perdidos no caminho. Quem não tem, não viveu.”

Guia da TV: E a espiritualidade na sua vida?
Mayana: “É tudo! Acredito que tudo o que nos acontece, é gerado pelo nosso pensamento.A vida sempre nos mostra um desafio novo, uma dor nova que você tem que aprender. A espiritualidade me ajuda sempre a entender meu lugar no mundo. E isso é muito importante. Uma hora a gente está aqui, depois estamos lá, não existe lugar certo nem coisa certa. Acho que a única coisa certa é a mudança. A espiritualidade me ajuda a entender tudo isso, é a maior potência da vida. Se conseguirmos olhar para isso de uma forma reveladora, a gente consegue aprender a amar.”

Guia da TV: Você morou um tempo fora do Brasil. Como foi essa experiência?
Mayana: “Foi uma experiência muito engraçada! Primeiro, queria falar inglês por causa dos Beatles. Queria ir para Inglaterra, mas consegui uma família na Califórnia, totalmente ao contrário. Além de ser fã dos Beatles, eu também queria saber como as pessoas viviam em outro lugar e por isso fiz intercâmbio com 15 anos. No high school, nos EUA, foi a primeira vez que pisei em um palco. Até então, eu queria ser física, vivia com os cientistas. Quando entrei na sala, o pessoal estava montando As Bruxas de Salém, foi quando vi como um texto se transformava em uma sensação tão forte dentro das pessoas. E eu vi que magia era o teatro! Foi ali que resolvi fazer teatro para o resto da vida.”

Guia da TV: Como foi a época em que foi miss?
Mayana: “Foi hilária! Porque eu nunca tive nada de miss. Sempre fui meio free style (risos)!  Um dia, eu estava fazendo uma peça, chamada Hello Boy, e o povo que fazia o concurso de miss foi lá e disse que eu era uma miss. E eu estava horrorosa, com uma peruca! Mas em cidade pequena, o povo dá valor para essas coisas. Então, resolvi entrar para o concurso. E acabou que deu certo. Foi bom, pude conhecer melhor meu estado e entender melhor a Paraíba culturalmente.”

Guia da TV: E como vai a banda?
Mayana: “A banda chama Evoé, que é uma saudação grega a Baccus. Quando o teatro começou na Grécia, a primeira saudação era ‘evoé’ ao Baccus. Era a banda que eu tinha, mas com esse turbilhão de coisas que estou fazendo, não consegui mais cantar.”

 

Guia da TV: E a beleza como fica?
Mayana: “Sendo feliz! O cabelo está sempre para trás! Às vezes, eu olho para ele e falo: ‘Hummm, tá precisando dar um jeito nisso. Menos Nietzsche e mais condicionador! (risos)’. Claro, todo artista é uma estética. Mas sou na medida certa da vaidade, às vezes, até um pouco menos. Meu pai sempre fica falando:
‘Minha filha, arruma isso, minha filha, arruma aquilo’. Acho que a gente tem que se cuidar, sim, porque a gente se ama e quer ser feliz. Para mim, se cuidar é andar na praia, é amar, é fazer as coisas boas.”

Mais lidas