Entrevista com Fausto Silva

Entrevista com Fausto Silva

Foto: Francisco Cepeda / AgNews

 

Estar à frente de um programa dominical há mais de 20 anos não é para qualquer um. Por isso, Fausto Silva sempre inova e apresenta novos quadros para o Domingão do Faustão. Este ano, a aposta do programa é o quadro Dança da Galera, competição entre duas cidades que promete agitar o país. Nesta entrevista, o apresentador fala sobre as outras novidades do programa, comenta sobre mais uma edição do prêmio Melhores do Ano e confessa que não pensa em deixar o programa tão cedo. Confira o bate-papo:

 

Guia da TV: Você sempre faz a edição do prêmio Melhores do Ano. Existe, de vez em quando, uma torcida especial para alguém?
Faustão: “Ah, é lógico que você sempre espera que a pessoa que está concorrendo há muito tempo, leve o prêmio. Mas o mais importante é que, na verdade, as pessoas confraternizem. O bacana é a festa.”

 

Guia da TV: O Melhores do Ano tem votação final pela internet e a gente percebe que, muitas vezes, os ídolos adolescentes levam a melhor. Você confia na votação popular ou às vezes se decepciona com o resultado?
Faustão: “Ou você respeita a votação ou não respeita. Mas temos nossos métodos de segurança. Por exemplo, não adianta passar a noite votando. Há um limitador. Mudamos uma vez o sistema de votação da Dança dos Famosos porque descobrimos que fãs e amigos de um concorrente davam dez para ele e zero para todos os outros. Aí, influenciavam demais no resultado. Então, mudamos.”

 

Guia da TV: Você sempre abre espaço para as bailarinas e para a parte técnica aparecer no programa. Por quê?
Faustão: “Se eu não valorizar essa gente, quem vai? E eles fazem toda a diferença. Ser câmera de programa ao vivo não é fácil. Se você não respeitar a profissão dos outros, nunca vão respeitar a sua. Não é questão de ser bonzinho, mas de ser inteligente mesmo. O nosso balé tem garotas bonitas, mas que são dançarinas, bailarinas mesmo.”

 

Guia da TV: Quando volta ao ar o quadro Dança dos Famosos?
Faustão: “Primeiro, tem o quadro Dança da Galera, que começou agora. É uma dança das cidades com  coreografias de umas mil pessoas. Uma cidade enfrentando outra em benefício de um prêmio para a educação. Três domingos de duração, depois vem com a Dança dos Famosos, prevista para maio.”

 

Guia da TV: E quais são as outras estreias para 2012?
Faustão: “Ah, difícil responder isso. Primeiro, tem coisas que eles testam, que querem ver se está tudo fechado de contrato, se é contrato de fora ou criado pela equipe. É complicado revelar muito porque a gente pode dizer que um quadro é sensacional e depois é muito ruim, melhor testar antes e ver.”

 

Guia da TV: Você é um homem que está ligado na internet?
Faustão: “Não entendo muito, a gente está sempre aprendendo. É tudo muito novo. No programa, a gente está desenvolvendo uma forma de todo mundo treinar  um tipo de comunicação. A tevê na internet não é igual à tevê aberta. Então tem de ser uma comunicação diferente.”

 

Guia da TV: E quais são suas ambições como apresentador? Quer coisas novas? Tem vontade de sair do Domingão para fazer algo novo?
Faustão: “Eu tenho ambições, mas o Domingão dá muito trabalho. E por causa do sucesso em termos comerciais, a relação custo-benefício que tem um programa desses para a emissora é absurda. Se eu abandonar aqui, me dão um tiro! E ainda tenho cinco anos de contrato, não dá para pular fora por enquanto.”

Mais lidas