Entrevista com Eri Johnson

Entrevista com Eri

Foto: Roberto Filho e Philippe Lima / AgNews

 

Ele começou a carreira disputando um concurso de dança na extinta tevê Tupi. Mas foi com o personagem Lulu em Barriga de Aluguel, que Eri Johnson ficou conhecido do público. Com mais de 20 anos de carreira, Eri comemora mais um sucesso na tevê com o personagem Gigante em Fina Estampa. Além de falar da carreira, nesta entrevista Eri Johnson comenta o novo projeto no teatro e se declara para a sua grande paixão: o Salgueiro! Confira:

 

Guia da TV: Esta é a segunda vez que você trabalha com Aguinaldo Silva. Como foi receber o convite do autor para trabalhar em Fina Estampa e formar, mais uma vez, uma parceria de sucesso com ele?
Eri: “Mais um presente na minha carreira, abracei com todo o carinho e dedicação.”

 

Guia da TV: O personagem Gigante agora vive uma nova fase em Fina Estampa. Ele passou a ser o contador da Griselda e, com isso, você tem gravado mais cenas com Lilia Cabral. Como é dividir as cenas com ela?
Eri: “É incrível! A Lilia é uma ótima profissional, excelente companheira de cena.”

 

Guia da TV: Mesmo sendo contador de Griselda, Gigante ainda se encontra com a turma da praia e você grava cenas externas na praia da Barra da Tijuca. Você acha melhor fazer cenas externas e que envolvem mais atores durante as gravações?
Eri: “Adoro trabalhar, atuar, seja em qual for a situação. Claro que as cenas com a Griselda incrementam um pouco mais o personagem. E o Gigante está crescendo, ganhando mais espaço na trama. Fico muito feliz de isto estar acontecendo.”

 

Guia da TV: O que o público pode esperar que aconteça com o personagem Gigante, em Fina Estampa?
Eri: “Que ele cresça ainda mais!”

 

Guia da TV: Como tem sido o contato com os fãs nas ruas? O que eles comentam sobre o personagem?
Eri: “Todos repetem o bordão ‘quer matá papai?!’ Adoro o retorno do público, a troca é sempre positiva porque é sinal de que o personagem está no caminho certo.”

 

Guia da TV: Fina Estampa é um grande sucesso e vem batendo recordes de audiência. A que você creditaria todo esse sucesso do folhetim?
Eri: “A trama central é muito boa e as paralelas se completam. Aguinaldo tem um texto delicioso e acho que esse é um dos segredos do sucesso da novela.”

 

Guia da TV: Além de Fina Estampa, você está no ar, no canal Viva, com a novela Barriga de Aluguel, na pele de Lulu, um dos seus maiores sucessos na tevê. Qual é a sensação de rever um trabalho tão marcante, com o inesquecível bordão “fui”?
Eri: “Foi meu primeiro personagem. A minha estreia na tevê aconteceu com o Lulu. Fico muito emocionado, lembro dos meus pais na sala de casa assistindo à primeira aparição dele… Meu pai, militar, vendo o filho rodopiar e dizer ‘e com vocês, as meninas do Copacabana Café!’ (risos).”

 

Entrevista com Eri

Foto: Anderson Borde / AgNews

Guia da TV: Ainda hoje as pessoas comentam sobre Barriga de Aluguel? Ao ver o personagem Lulu no ar, você sente saudade dos colegas que formou naquela época?
Eri: “Muito! Mas ainda tenho contato com várias pessoas. O Jairo Matos, que era o galã da novela, é quem me dirige no teatro. Susana Vieira é minha amiga até hoje. E por aí vai!”

 

Guia da TV: Além da novela, você está em cartaz com a peça Eri Pinta Johnson Borda. Como tem sido dividir o tempo entre as gravações do folhetim e as apresentações do espetáculo?
Eri: “Sempre fiz teatro e o palco é a extensão da minha casa. Enceno o espetáculo de sexta a domingo, é tranquilo para conciliar com as gravações da novela.”

 

Guia da TV:Quando você não está ocupado com as gravações da novela, como costuma ocupar o tempo?
Eri: “Praia, amigos, Salgueiro e futevôlei.”

 

Guia da TV: Você é um dos atores mais queridos do meio artístico. Além do talento, isso acontece também pelo seu carisma?
Eri: “Gosto de pessoas, de estar perto delas, de cultivar amizades e ser fiel a elas. Talvez seja isso (risos).”

 

Guia da TV: Você é uma figura sempre presente no Carnaval e todo ano desfila no Salgueiro, que é uma das suas paixões.  Podemos dizer que você já formou uma segunda família no Salgueiro?
Eri: “Desde sempre! Se estou no Rio, sem compromisso profissional, vou para quadra. Lá estão amigos de infância, vizinhos da época em que eu morava na Tijuca, fãs, todo mundo! Faço parte da Família Salgueirense, da qual muito me orgulho!”

Mais lidas