Entrevista com André Marques, apresentador do Vídeo Show

Entrevista com André Marques

Foto: Estevam Avellar / Rede Globo

 

André Marques está de volta às origens! Depois de 17 anos, André dá vida novamente a Mocotó, personagem que o consagrou na tevê e abriu portas para outros trabalhos. Ele mesmo recorda que, foi através da novela, que o ator conseguiu um espaço no programa Vídeo Show. “Na época, disseram que eu tinha potencial. Quando acabou a temporada de Malhação, eu acabei recebendo um convite. Respondi: ‘lógico’!”, contou o ator. Neste bate-papo com a Guia da TV, André ainda fala sobre os dez anos de Vídeo Show e comenta a  parceria com a apresentadora Ana Furtado. “Só de olhar, já sei quando ela não está muito bem, e vice-versa. Isso passa no ar e o público percebe.” Confira a entrevista:

 

Guia da TV: Como foram estes dez anos de Vídeo Show?
André: “Eu vou fazer dez anos no comando do programa e mais dois anos como repórter. É um total de 12 anos! Na verdade, o tempo não muda muito. Cinco ou dez anos: o que importa é o amor que a gente tem e eu faço com o mesmo amor de quando comecei. Tenho uma história bem bacana com o programa. Foram me entrevistar na Malhação para o programa, me mandaram pegar o microfone e fazer reportagens. Aí eu pensei: ‘vou tirar uma onda!’ Principalmente, porque tinha a maior vontade de trabalhar no Vídeo Show. Na época, disseram que eu tinha potencial. Quando acabou a temporada de Malhação, eu acabei recebendo um convite. Respondi: ‘lógico’!”

Guia da TV: Dizem que a sua estreia foi dramática. Isso é verdade?
André: “Dei uma de engraçadinho e propus descer de paraquedas no meu primeiro dia. Eu quis criar e, quando a gente quer criar, não é sempre que dá certo. Fui fazer um salto duplo e a pressão fez o meu nariz sangrar. Como eu não posso ver sangue, cheguei no chão quase desmaiando. Não aconselho a ninguém! Mas, foi tudo culpa minha. Se eu tivesse ficado quietinho, tinha feito algo mais tranquilo.”

Guia da TV: Como é a dupla com a Ana Furtado?
André: Damos supercerto! Eu tenho um tipo brincalhão e a Ana também é um pouco assim. Mas ela acaba me controlando! Se formos os dois assim, piramos. Tem dia que eu estou mais empolgado e ela me traz para a Terra. Nós temos um entrosamento e um timing que se completam. Só de olhar, já sei quando ela não está muito bem, e vice-versa. Isso passa no ar e o público percebe.”

Guia da TV: E a sua volta à novela Malhação?
André: “Foi uma homenagem que fizeram ao meu personagem Mocotó. Mas eu sempre deixei bem claro que não tenho a menor vontade de fazer uma novela. Eu sou o Severino da Globo. Qualquer parada, é comigo mesmo! Mas eles também respeitam esse meu desejo. Então, estou fazendo essa participação em Malhação, que é histórica, marcou o início da minha carreira. Mas se perguntarem se eu quero ser protagonista da novela das nove ou ficar aqui no Vídeo Show, quietinho, fico com a segunda opção!”

Guia da TV: Como é reviver este personagem tão importante na sua carreira?
André: “Eu tenho muita saudade e muito orgulho. Afinal, comecei a minha carreira em Malhação. Tem gente que até hoje, chama a Malhação de novelinha. E eu digo: ‘opa, mais respeito, porque está no ar há 17 anos. E tem uma história!’. Muita gente bacana saiu de lá, muita gente se deu bem, e agora, tem muita gente voltando. Tenho o maior respeito pelo I que me deu a maior parte do que eu tenho.”

Mais lidas