Entrevista com Alexandre Nero: "Está rolando pra caramba…"

Alexandre Nero é um pedaço de mau caminho! O cara é cantor, compositor, músico, ator e ainda tem aquele charme de todo grisalho! Ele, que começou sua carreira na televisão em 2007 com Casos e Acasos, está vivendo agora o Comendador em Império. Como protagonista da novela do horário nobre da Globo, Alexandre tem chamado muita atenção e levantado rumores de um possível relacionamento com Marina Ruy Barbosa, sua parceira em cenas bastante picantes. Para aumentar ainda mais os boatos, a ruiva colocou um ponto final em seu relacionamento de três anos com Klebber Toledo. Em entrevista, Nero falou sobre o relacionamento com Marina e adiantou alguns detalhes da novela. Confira!

 

Alexandre Nero

Foto: Léo Marinho e Felipe Assumpção

Alexandre Nero

Foto: Alex Palarea

Alexandre Nero

Foto: Léo Marinho e Felipe Assunpção

Alexandre Nero

Foto: Felipe Assumpção e Felipe Panfili

Alexandre Nero

Foto: Felipe Assumpção e Léo Marinho

Alexandre Nero

Foto: Léo Marinho

Alexandre Nero

Foto: Francisco Cepeda

Alexandre Nero

Foto: Roberto Filho/AgNews

Alexandre Nero

Foto: Roberto Filho/AgNews

Alexandre Nero

Foto: Estevam Avellar/Divulgação TV Globo

Alexandre Nero

Foto: André Muzell/AgNews

Alexandre Nero

Foto: Ricardo Leal/Colaborador

 

GTV: A gente fica um pouco constrangida em ter que perguntar isso, mas saiu na internet sobre a química entre você e a Marina (Ruy Barbosa). Está rolando?

Alexandre: Está rolando pra caramba… (Risos) Cenas maravilhosas (Risos)! A gente sabe e ri muito dessa situação. Na época em que eu fazia o Stênio (Salve Jorge – 2012) com a Giovanna Antonelli, saíram alguns rumores de que nós também estávamos tendo um caso. Eu tenho sorte de pegar grandes atrizes e a Marina sem dúvida é uma delas. Ela é nova, mas está na estrada há muito tempo. Se a cena pede pra estar de calcinha e sutiã, ela faz e não interessa. Somos dois atores trabalhando seriamente. Eu acho muito engraçado e dou muitas risadas! Esses dias vi uma matéria dela dizendo que negava tudo. Eu mandei uma mensagem pra ela perguntando: “como assim você nega tudo?” (Risos) A gente fica rindo dessas brincadeiras. Vou levar esses comentários a sério? As pessoas soltam, se colar, bom, se não, tudo bem. Nós não temos muito controle sobre isso. Se soltam essas notícias, é porque as cenas estão ficando realmente boas. Nós estamos convencendo! Acho super positivo pro nosso trabalho. A ideia é que eles confundam mesmo que a Drica Moraes é meio maluca, que a Lilia Cabral é meio malvada, e eu sou grosso pra caramba. Isso significa que estamos fazendo um bom trabalho.

GTV: Agora com a novidade da gravidez da Maria Ísis (Marina Ruy Barbosa), como o seu personagem pretende levar a situação?

Alexandre: Ela não vai aparecer grávida, ela só deu a notícia de que acha que está grávida, mas tem dúvidas. Na verdade ela foi pressionada pela mãe, que é mau caráter, uma cafetina. Eles brigam, mas terminam se reconciliando. Aparece o filho, João Lucas (Daniel Rocha), que termina se apaixonando por ela também. O Aguinaldo (Silva – Escritor) é quem sabe, mas tudo vai por este caminho… A Maria Marta (Lilia Cabral) declara guerra aberta aos dois pela empresa. A novela vai pegar fogo. É isso que o público espera e a gente também. A parte mais difícil de construir esse personagem é justamente essa, porque apesar dele ser um cara brucutu, casca grossa, ele tem um coração intenso. Eles podem se casar no meio da novela, mas a gente não sabe o que vai acontecer. O Aguinaldo conta tudo, mas ainda haverá muitas surpresas pra acontecer.

GTV: Essa é a sua terceira novela das nove e, agora, como protagonista. Muda de alguma forma em ser o protagonista das nove e ser o coadjuvante?

Alexandre: Não é consecutiva, porque eu fiz uma novela das sete no meio. Totalmente! Na verdade eu tive uma sorte tremenda de poder juntar dois elementos. O protagonista de um personagem bom. Às vezes as pessoas acham que ser protagonista é ser o cara que vai chamar a atenção, mas não é. Fiz muitas novelas em que o protagonista, o personagem, não ajudava, mas não era problema do ator ou do autor, e sim porque não caiu no gosto. O Aguinaldo construiu um personagem brilhante! O Comendador brilharia sendo ou não feito por mim, sendo ou não protagonista. Por sorte é algo que foge do nosso controle e o público gostou. A força do personagem é brutal! Eu fiz o Baltazar (Fina Estampa – 2011) e o Stênio, que chamavam muita atenção mas não tinham esse poder, essa força de um protagonista que aparece todos os dias e a novela gira em torno dele. Todo mundo quer derrubá-lo, quer pegá-lo. É um personagem muito bom.

GTV: Nós estamos num evento de tecnologia. Você é um cara muito ligado nas redes sociais?

Alexandre: Eu sou! Qual das merdas você viu que eu postei? Foi bacana? Então tá! Porque eu falo muita merda junto também, mas tem muita coisa legal. As pessoas perguntam se sou um cara ativo em rede social, mas antes mesmo de existir Orkut, eu já tinha um blog. Eu ficava metendo o pau em algumas coisas, ou falando bem de outras… Divagando… Agora, com a rede social, meio que o blog parou, mas eu tenho mais pras coisas proibidas. Porque colocar esses pensamentos em aberto, as pessoas ficam um pouco assustadas. Essas polêmicas deixo pra colocar no blog separado, avisando que é pra pessoas acima de 18 anos e tal… Fora isso, gosto de me divertir porque acho que rede social é algo pra interagir. Sou um cara tecnológico, mas não sou um entendedor. Se você perguntar sobre HD ou não sei o que lá… Não vou entender nada! Mas gosto de internet e acho fundamental. Hoje nós não vivemos sem mesmo!

GTV: Rolou uma história de que talvez um dos filhos do Comendador não seja dele. Você tem um palpite de quem poderia ser?

Alexandre: Depois que essa notícia começou a circular, nós começamos a pensar quem poderia ser. Na verdade, eu acho que pode ser a Maria Clara (Andrea Horta), que é a pessoa que ele mais gosta. Mas só quem poderia responder mesmo é o Aguinaldo. Nós, atores, ficamos iguais as pessoas em casa, torcendo e pensando em várias histórias. E nós gravamos semanalmente, não dá pra adiantar muita coisa. Mas essa que é a brincadeira. Se não tiver conflito, a novela acaba. A Maria Marta está tentando conquistar o Comendador, mas quando ela percebe que não está dando certo, ela arma uma guerra. Muito provavelmente, mas só quem pode dizer é o Aguinaldo, ela vai acabar conseguindo roubar a empresa dele, e deixá-lo na desgraça. O vilão tem que ter o seu momento de glória pra gente poder derrubar depois.

Mais lidas