Entrevista com Adriana Esteves

Entrevista com Adriana Esteves

Foto: Roberto Filho e Alex Palarea / AgNews

 

Avenida Brasil mal estreou e a vilã Carminha já está na boca do povo. Mérito da atriz Adriana Esteves, que mais vez está desempenhando um excelente trabalho. Para interpretar esta personagem, Adriana revela que se inspirou em alguns filmes e nos próprios acontecimentos da vida real: “vi filmes, mas não posso citar porque a Caminha é a minha joia rara” – confessa. Nesta entrevista, a atriz ainda fala sobre as difíceis cenas com a atriz mirim Mel Maia e o prazer de interpretar uma vilã no horário nobre. Confira o bate-papo:

Guia da TV: Como você definiria a vilã Carminha, de Avenida Brasil?
Adriana: “A motivação da Carminha é a maldade. É difícil traduzir a personagem usando uma palavra, uma frase. Mas eu acredito que a maldade está ligada à questão da sobrevivência. Isso tem a ver com passado dela. Eu quero que as pessoas fiquem com raiva da Carminha. Mas, apesar de todas as maldades, eu acho que ela tem humor e inteligência.  Ela é uma personagem rica de ser trabalhada e espero que caia no gosto do público.”

Guia da TV: Que referências você buscou para compor a personagem Carminha?
Adriana: “Eu já tinha certas referências como a própria dramaturgia, os casos reais e o olhar do ator, que é observador. Vi filmes, mas não posso citar porque a Caminha é a minha joia rara, não posso abrir a caixinha. Um dia abro, provavelmente quando acabar a novela. Antes, serve de acalento, de porto seguro. É  a fonte de onde eu monto a minha personagem.”

Guia da TV: Por ser uma personagem que é a vilã do horário nobre, o ritmo de gravação é maior. Essa é a personagem que está lhe exigindo mais?
Adriana: “Não sei te dizer se é a mais. Porém, está exigindo bastante. Agora, se me perguntar se estou gostando? Estou adorando! Tenho que imaginar coisas difíceis, algo que a gente queira fugir, que não gosta nem de pensar. E faço isso para dar vida à Carminha. Mergulho fundo no mundo dela e estou disposta dar a cara para isso. Estou disposta mesmo a prestar atenção nisso. Não quero colocar nada para debaixo do tapete. Então nesse sentido, é uma personagem mais pesada.”

Guia da TV: No ar, na primeira semana da novela, você maltratou demais a personagem Rita, vivida pela jovem atriz Mel Maia. Como era a relação de vocês fora das gravações?
Adriana: “A Mel é pequena, mas extremamente inteligente e um doce. Dá vontade de apertar, de ficar com ela no colo. Mas eu entendi rapidamente que não poderia ter essa postura com ela. Eu não falava com a Mel durante o trabalho inteiro, o dia inteiro. No camarim a gente se encontrava e eu evitava  ficar com muito chamego com ela. Até para ela lá dentro, ela poder fazer as cenas e não confundir.”

Guia da TV: Com 23 anos de carreira, vários personagens marcantes e de sucesso na sua carreira, você acha que já estava na hora de você fazer uma grande vilã do horário nobre?
Adriana: “Sou uma pessoa que as coisas vêm muito para minha mão. Sei que o mérito também é meu, porque eu lutei muito para estar hoje aqui. Vislumbrei sempre coisas boas para a minha carreira, com um olhar para frente. Mas sou uma pessoa de sorte. Acredito que a minha luta e a sorte fizeram com que eu ganhasse todos esses presentes na minha carreira.”

Mais lidas