Entrevista: Antônia Morais não teme comparações com a mãe Glória Pires

Antonia Morais de óculos

Foto: Estevam Avellar / Rede Globo

 

Apesar de ser filha de uma das maiores atrizes da tevê brasileira, Antônia Morais garante que não está com medo das comparações com Glória Pires. Em entrevista à Guia da TV, a atriz revelou detalhes do teste que realizou para participar de Guerra dos Sexos e contou que está pronta para o desafio que virá pela frente. Com carinha de menina, mas com a personalidade forte, a atriz afirma que sempre teve o sonho de atuar e revela que prefere não pedir conselhos para sua mãe na hora de dar vida aos seus personagens. “Eu acho que cada um faz de um jeito”, afirma. Confira o bate-papo:

Guia da TV: Você tem medo de ser comparada com sua mãe?
Antônia: “Não. Tenho medo de fazer novela, porque é a primeira. Não tenho essa besteira de comparação, não tenho medo disso. Isso aí pra mim é muito bobo, porque eu acho que cada um é uma pessoa, não existe isso de comparar. É que nem comparar uma morena com uma loira. Não tem jeito. Cada uma tem a sua beleza! Eu acho que eu tenho o meu temperamento, eu acho que eu penso da minha forma, a minha mãe pensa da dela. Eu tenho a minha maneira de atuar aqui, pode vir a ser diferente da minha mãe. Eu acho que é tudo diferente. Eu estou fazendo o meu caminho e eu acho que, pra mim, isso é o mais importante.”

Guia da TV: Como sua mãe reagiu quando soube do teste?
Antônia: “Minha mãe falou: ‘olha minha filha, estuda bastante pra esse teste, porque na minha opinião, é um teste muito importante. Porque é um autor e um diretor querendo ver o seu trabalho. É uma coisa que você tem que dar muito valor. E que pode não ser dessa vez, mas que no futuro ele podem pensar, lembrar de você.” E eu fui assim. Adorei fazer o teste. Fizemos direto,  sem corte. Mas fui pra casa, sem expectativa nenhuma. Três dias depois, meus pais bateram na porta falando que Silvio e Jorginho viram o meu teste, e que eles tinham amado, que eles ficaram muito felizes e que eles estavam readaptando uma personagem pra mim, que era a Leda.”

Guia da TV: Você chorou?
Antônia: “Eu chorei quando chegou o primeiro capítulo em casa, que tinha o meu nome. E quando assinei o contrato, eu chorei também. Chorei nos dois.”

Guia da TV: E a sua mãe costuma te dar muitos toques?
Antônia: “Ah, sim. Toque pessoal, sim. Mas sou muito independente. Então, qualquer coisa que as pessoas me falarem, vai mudar o que eu tenho que fazer. Foi difícil pra mim começar a escutar a minha mãe falar, que ela falava pra me ajudar, pra me proteger. E também minha irmã e meu pai. Eu era muito cabeça dura. Agora eu estou abrindo a minha cabeça. Já abri, aliás, bastante com o tempo. Mas a minha mãe dá sim. Não tanto de atuação. De atuação, eu prefiro não misturar as coisas. Eu acho que cada um faz de um jeito. Tenho a minha coach pra me ajudar.”

Guia da TV: Já recebeu muitos ‘nãos’?
Antônia: “Muitos. Estamos aí pra isso. Já recebi vários ‘nãos’, mas recebi um ‘sim’ agora.”

Guia da TV: Em que momento você viu que esse era o seu caminho? Que era isso que você queria mesmo?
Antônia: “Desde pequena, eu já queria, mas quando decidi mesmo, falei: ‘eu vou correr atrás disso, eu vou voltar pro Brasil.’ Voltei pro Brasil pra correr atrás disso.”

Mais lidas