Dieta líquida: beba água para emagrecer

Dieta líquida: beba água para emagrecer

Foto: Glow Images/Latinstock

Quando pensamos em emagrecimento, a preocupação mais comum é com itens que comemos. Porém, o que despejamos no copo também pode fazer toda a diferença. E isso vai além da recomendação de abandonar refrigerantes. Confira!

Todo o poder das águas

Água de coco

Conhecida como bebida refrescante das praias, essa água hidrata e ajuda a combater os inchaços abdominais provocados pela retenção de líquidos. “A bebida pode ser empregada como diurética, por ser rica em sais minerais como o potássio”, destaca a nutricionista Juliana Castelli.

O corpo como um todo é favorecido pelo consumo do líquido, que também tem propriedades anticancerígenas, fortalece a estrutura óssea, as cartilagens e contribui para o funcionamento intestinal. “A água de coco é um produto natural e praticamente livre de contaminações. Possui baixo teor calórico e considerável valor nutricional”, lembra a nutricionista Daniela Jobst. Ingerir 1 copo (250ml) entre as refeições pode ajudar a enganar a fome. Ao longo do dia, não ultrapasse a medida de 3 copos.

Dicas: Sempre prefira a versão natural, para evitar os conservantes da bebida de caixinha. Renove o sabor misturando o líquido com sucos de frutas sem açúcar.

Água de ameixa

Para quem quer desintoxicar, acabar com a prisão de ventre e melhorar a digestão, essa bebida é uma opção diferente. “A ameixa contém uma substância chamada sorbitol, que auxilia no trânsito intestinal e melhora outras funções do organismo”, explica a nutricionista Heloísa Piccinato. Com o organismo regulado, a retenção de líquido diminui, aliviando inchaços e até celulites e gerando uma silhueta mais enxuta. Quem é fã da fruta deve saber que tanto a versão fresca como a seca é rica em substâncias antioxidantes que combatem o envelhecimento celular precoce. Só cuidado para não abusar da ameixa seca que concentra mais calorias. Aprenda como preparar a água e procure ingeri-la em jejum, logo pela manhã, ingerindo frutas na sequência:

Como fazer

Ingredientes:

3 ameixas-pretas secas sem caroços
1 xícara (200ml) de água

Modo de preparo

À noite, coloque as ameixas em uma tigela ou copo grande e despeje a água. Cubra com um pano limpo ou papel-filme e deixe em local arejado. Consuma tudo em jejum, na manhã seguinte.

Água da berinjela

Excelente diurético, a água do vegetal colabora para a briga contra a balança. Por si só, a berinjela já é positiva para as dietas. “As fibras são excelentes para o emagrecimento. Além disso, melhoram o trânsito intestinal, reduzem o colesterol ruim e controlam os níveis de açúcar no sangue. E, para completar, não contêm calorias”, descreve Juliana. Dessa forma, após beber a água, não desperdice as fatias: consuma-as cruas ou cozidas. Confira o modo de preparo e beba até 2 xícaras, de 200ml cada, por dia:

Como fazer

Ingredientes:

1 berinjela em fatias
1 litro de água

Modo de preparo

Coloque as fatias na água. Cubra com um pano limpo ou papel-filme e deixe em local arejado. Deixe curtir por 1 dia antes de beber.

Aposte na pura!

“A água potável é essencial e insubstituível”, alerta Juliana. Se naturalmente a bebida já faz um grande bem para a saúde, quando ingerida entre uma ou meia hora antes das refeições, ajuda a espantar a fome e emagrecer, de acordo com um estudo feito por especialistas da Universidade da Virgínia, nos Estados Unidos. Com a barriga preenchida antes com 2 copos do líquido, o cérebro é enganado e a gula, contida.

Ao contrário da crença popular, beber água quente em jejum não emagrece. Já a água gelada estimula o corpo a queimar calorias, mas numa quantidade insignificante. A proporção é de 1 caloria perdida para cada litro de água tomado. Ou seja, é preciso água demais para alcançar resultados visíveis.

Capaz de melhorar a circulação, a água colabora para a eliminação de toxinas pelo suor e pela urina, é um reforço contra a retenção de líquido e pode até amenizar alguns casos de celulite. Quando combinada com consumo constante de fibras, colabora para a saciedade e ajuda a regular o intestino.

 

Consultoria: Juliana Castelli, Daniela Jobst, Heloísa Piccinato e Márcia Regina Dal Médico, nutricionistas; Tamara Mazaracki, médica ortomolecular  e nutróloga

Mais lidas