Dicas para abrir o próprio negócio

Montar um negócio próprio tem sido uma boa alternativa para quem tem espírito empreendedor e precisa ganhar algum dinheiro. “Há oscilações dos números, mas todas as pesquisas confirmam que a grande maioria das pequenas empresas desaparece logo nos primeiros anos de existência”, revela Roberto Barretto, consultor de gestão de empresas. Por isso, é fundamental estar atenta aos detalhes para garantir uma boa administração.

 

Mulher trabalhando

Foto: Shutterstock Images

Onde investir?

A sugestão do especialista para quem deseja abrir seu próprio negócio, mas ainda está perdido, é investir na área de prestação de serviços. Essa área é indicada porque o capital inicial investido, dependendo do serviço prestado, pode ser praticamente zero quando se começa aos poucos.

Porém, para se dar bem é preciso planejamento e cuidado com a administração. “Muitas pessoas acreditam que, para ter sucesso administrando o próprio negócio, é necessário apenas garra, conhecer o produto ou serviço que está sendo vendido e capital inicial. Os números comprovam que é necessário muito mais do que isso”, alerta Barretto.

Boas sugestões para iniciar um pequeno negócio são, por exemplo, dar aulas de informática, música e outras disciplinas escolares e até passear com cachorros e outros animais.

Planejamento estratégico, espírito empreendedor e conhecimento de técnicas de entrevista e seleção para recrutar funcionários são os primeiros passos para alcançar o sucesso profissional. Já o sonho do negócio próprio necessita de atenção e capacitação para ser alcançado.

“O que deu certo há 5 anos, não necessariamente dará certo hoje. Procure inovar, estar atualizado e melhorar continuamente todos os seus produtos”, aconselha o especialista.

Principais erros e soluções

Erro: Custo fixo da empresa muito alto.

Solução: Use a criatividade para utilizar recursos baratos e manter o custo fixo da empresa baixo. “Dependendo do ramo do negócio, uma opção é atender o cliente também em casa ou no trabalho”, sugere o profissional.

Erro: Falta de um bom planejamento estratégico.

Solução: Para fazer um bom planejamento, pense não apenas no conceito do negócio que vai abrir, mas também nas competências e conhecimentos necessários para colocá-lo em prática: foco, público, missão, aspectos positivos e negativos do empreendimento, funcionários, concorrentes, capital necessário, etc.

Erro: Misturar as finanças pessoais com as da empresa.

Solução: Seja profissional e organizada o suficiente para separar o capital da empresa do seu. “O dono deve evitar tarefas operacionais. Deve delegá-las e gerenciá-las de perto. Dessa forma, ficará livre para ser o guia da empresa e alterar seu rumo sempre que necessário”, ressalta Barreto.

 

Tags: ,

Mais lidas