Conjuntivite: sintomas, prevenção e tratamento

Conjuntivite: sintomas, prevenção e tratamentoSurtos de conjuntivite passaram a ser temidos em todas as épocas do ano. A doença se caracteriza por uma inflamação da conjuntiva, membrana que reveste o “branco” do olho. Ela pode ser de origem viral, bacteriana (infecciosa) ou alérgica. Como a medida a ser tomada é a prevenção, trouxemos dicas para você tomar todo o cuidado necessário e também para tratar quem está com os sintomas, veja:

– Lave as mãos e o rosto com frequência, com água e sabão;
– Evite coçar os olhos;
– Lençóis, travesseiros e toalhas devem ser de uso individual;
– Evite o uso de objetos (como maquiagem, copo, toalha, travesseiro e etc.) de quem está com conjuntivite;
– Evite o contato direto com as pessoas que estejam com a doença;
– Saiba que em locais públicos e com muita gente a probabilidade de pegar é maior. Evite esses locais nas épocas de surto.

  

Sintomas da conjuntivite

Quando antes iniciar o tratamento, melhores são os resultados. Procure um médico se você apresentar algum dos sintomas abaixo, divulgados pela Secretaria de Saúde de São Paulo:

– Olhos vermelhos;
– Lacrimejamento;
– Pálpebras inchadas;
– Ardência ou coceira no olho;
– Sensação de corpo estranho;
– Desconforto com a luz (fotofobia);
– Secreção.

  

Pegou conjuntivite? Saiba o que fazer:

– Lave os olhos com soro fisiológico ou água morna;
– Não compartilhe toalhas e objetos com outras pessoas;
– Não use colírios sem a recomendação médica;
– Não coce os olhos;
– Evite o contato com pessoas sadias, para não espalhar a doença;
– Procurar a Unidade de Saúde mais próxima da sua residência ou consulte seu oftalmologista.

 

Texto: Larissa Faria
Fonte: Ministério da Saúde do Estado de São Paulo
Foto: Thinkstock/Getty Images

Mais lidas