Conheça os principais sintomas da leishmaniose

Cachorrinho

Foto: Shutterstock Images

A leishmaniose é a doença causada por um protozoário do gênero Leishmania, que é transmitido pela picada do mosquito-palha. Os cães e os animais silvestres são os principais reservatórios da doença, porém ela afeta também seres humanos. Veja quais são os sintomas dessa doença e como evitá-la:

Quais são os sintomas?

Os animais contaminados podem apresentar desde ausência de sinais clínicos até alterações importantes como febre, perda de apetite, perda de peso, prostração, conjuntivite e perda de pelo ao redor dos olhos, alterações da pelagem e crescimento exagerado das unhas, entre outros.

Existe tratamento?

Sim, mas não é liberado pelo Ministério da Saúde.

Por que vacinar o animal?

Aumenta a chance de ele ficar protegido contra a doença e evita a contaminação dos seres humanos. Existem duas vacinas no mercado. É preciso aplicar três doses no início e depois fazer reforço anual de dose única. Antes de receber a imunização, o animal precisa obrigatoriamente fazer o exame de sorologia de leishmaniose.

Quais as medidas de controle da doença?

– Manter a casa e o quintal sempre limpos;

– Vacinar cães sadios e sorologicamente negativos;

– Usar coleiras repelentes;

– Instalar telas finas nas portas e janelas;

– Manter o animal dentro de casa nos períodos matutino e vespertino;

– Utilizar mosquiteiros e aparelhos elétricos repelentes de insetos;

– Embalar o lixo corretamente;

– Não juntar lixo em terrenos baldios.

 

Consultoria: Marcelo Quinzani, veterinário e diretor do Hospital Veterinário Pet Care. Site www.petcare.com.br

 

Tags:

Mais lidas