Conheça o projeto Cães do Parque

Muitos animais sofrem maus tratos e são abandonados nas ruas sem proteção: é uma realidade cruel que acontece com frequência. No entanto, é possível ajudar esses coitadinhos – muitas instituições e pessoas pró-ativas buscam um mundo melhor para esses bichinhos, passando adiante a ideia de proteção e divulgando a adoção e tratamento de animais abandonados.

O projeto Cães do Parque é uma entidade virtual comandada por Fábio Pegrucci, Soraia Cintra e Alessandra Almeida, que tem como objetivo cuidar de cães abandonados num parque público de São Paulo. No início, o trabalho era alimentar e fazer poucos curativos nos cães, e, com o tempo (e muita divulgação nas redes sociais) a iniciativa cresceu e consegue ajudar cada vez mais animais necessitados.

Segundo Fábio, a meta do projeto é ser um ato de amor e cidadania: “Você não escolhe seus amigos pela raça, mas sim pela afinidade. Você não compra seus amigos, você os conquista. Adotar um animal tirado do abandono é, mais que um ato óbvio de amor, um inestimável ato de cidadania. Essas são algumas das teclas em que mais batemos”, conta.

Fábio, Soraia e Alessandra também contam com a ajuda de voluntários para algumas ações, principalmente para conceder abrigo temporário a animais em processo de adoção. Os colaboradores na internet, sites parceiros e blogs também ajudam na divulgação e na conscientização do público.

Fábio dá algumas dicas para quem gostaria de ajudar os animais: “Antes de mais nada é preciso escolher o animal certo, cujo perfil adapte-se ao perfil das pessoas e às características da moradia. A quem mora sozinho e passa muitas horas diárias fora de casa, por exemplo, não aconselhamos que adote um cachorro; nesse caso, um gato é mais adequado”, revela.

“A adoção de um animal deve ser uma decisão consciente e muito bem pensada. Também deve ser partilhada por todas as pessoas que vivem na residência. Um cão viverá entre 12 e 15 anos. Um gato pode chegar aos 18 ou mais. Haverá despesas rotineiras, com alimentação e vacinação. E outras, imprevistas, com veterinários, por exemplo. Tudo isso deve ser pesado antes de se decidir pela adoção de um animal, que jamais deve algo resolvido por impulso”, completa.

 

Os Cães do Parque

Foto: Divulgação

Quer participar e saber mais sobre o projeto Cães do Parque? É só acessar o site www.oscaesdoparque.org. Ajude os animais abandonados e passe adiante essa ideia!

Tags:

Mais lidas