Como prevenir a hipertensão

Como prevenir a hipertensão

Foto: Shutterstock Images

A sua pressão é alta? Você pode achar que não, mas é importante tomar alguns cuidados. Isso porque a hipertensão arterial é uma doença silenciosa, que pode causar graves danos à saúde. Ela é considerada a principal causa de doenças cardiovasculares e, segundo o Ministério da Saúde, em 2010, 23,3% da população adulta apresentou a doença.

O cardiologista Allyson Nakamoto, da Beneficência Portuguesa de São Paulo, afirma que apenas 40% da população hipertensa sabe que é portadora da doença. “A hipertensão é o principal fator de risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares, como infarto, insuficiência cardíaca e acidente vascular cerebral”, diz. Apesar de geralmente atingir pessoas com mais de 60 anos, é importante destacar que os jovens também podem sofrer deste mal.

Meça sua pressão mais vezes
Descobrir se você tem hipertensão é fácil: basta medir a pressão em pelo 3 ocasiões diferentes. A aferição deve ser realizada por profissional qualificado e com equipamento adequado. Além de ir a um consultório, a pressão alta também pode ser diagnosticada e acompanhada em casa, com o uso de equipamentos domésticos, disponíveis no mercado. “Em indivíduos jovens e saudáveis, a pressão arterial deve ser de 12 por 8. É importante aferir regularmente para que a pessoa procure um médico e descubra o porquê da alteração da pressão arterial, caso o resultado seja acima de 12 por 8”, finaliza o cardiologista Nakamoto.

Cuidado com o que come
Quem não tem uma alimentação saudável, ingere muito sal, não pratica atividade física regular, consome álcool e cigarros de forma exagerada e tem histórico na família possui maior risco de se tornar um hipertenso. A ingestão exagerada de alimentos industrializados, geralmente com alto teor de sódio, é outro fator de risco. “O ideal seria optar por uma alimentação mais natural, rica no consumo de frutas, verduras e legumes”, afirma Nakamoto.

Sal é o maior vilão
O médico nutrólogo Nelson Iucif Junior, membro da Abran (Associação Brasileira de Nutrologia), ressalta que o sal é o maior vilão das pessoas hipertensas. Ele ainda alerta para o cuidado ao comer fora de casa, já que muitos estabelecimentos não controlam a quantidade de sal em suas preparações. O ideal é evitar alimentos embutidos e preparar refeições com temperos alternativos (ervas finas e especiarias), já que o sódio contido no sal de cozinha faz com que o organismo retenha mais líquidos, aumentando a pressão do sistema circulatório.

Controle o seu peso
“As pessoas obesas também sofrem mais com a pressão alta. Além disso, o tecido adiposo (gorduras) secreta substâncias que também afetam o sistema circulatório, aumentando a pressão arterial. Portanto, controlar o peso é fundamental para evitar a hipertensão”, enfatiza o médico nutrólogo.
Além de 4 porções diárias de frutas e vegetais, Iucif Junior também recomenda o consumo de laticínios desnatados, peixes e frutos do mar. Alimentos ricos em potássio, nutriente que equilibra os efeitos do sódio no organismo, também são indicados: banana, inhame, melancia, frutas secas, cereais, bacalhau, salmão, etc.

 

 

Guia da cozinha

 

 

Para conferir mais dicas, adquira a revista Guia da Cozinha – já nas bancas!

 

 

 

 

 

 

 

Mais lidas