Como eliminar a gordura abdominal

Como acabar com a gordura abdominal

Foto: Thinkstock/Getty Images

Existem vários fatores que podem aumentar sua circunferência abdominal. De acordo com a nutricionista Carolina Paz, do Rio de Janeiro (RJ), os maus hábitos alimentares e o sedentarismo são as principais causas desse acúmulo de gordura ao longo dos anos. Para evitar que isso aconteça, é preciso cuidar da alimentação e não deixar que o estômago domine você.

Refeições de ouro

Primeiramente, reduza as porções! Comer exageradamente, mesmo sem estar com fome, é o inimigo número um dos pneuzinhos. Outro detalhe importante é a mastigação: “Não mastigar adequadamente faz com que a pessoa coma mais do que o necessário, pois o sinal de saciedade leva cerca de 20 minutos para chegar ao cérebro”, explica Carolina. A qualidade do que você come também interfere no aumento da barriga. O alto consumo de gorduras de origem animal (bacon, carne vermelha, manteiga e queijos amarelos), alimentos feitos com farinha branca, açúcar e doces em geral ocasiona no aumento da camada adiposa do corpo e, consequentemente, da barriga. Também evite pular as refeições: “Quando ficamos mais de três ou quatro horas sem comer, o nosso organismo começa a poupar energia, armazenando mais gordura corporal”, afirma a nutricionista.

Outras causas possíveis

Problemas digestivos como intestino preso e má digestão fazem com que o abdômen fique estufado e dilatado e, ainda, geram desconforto decorrente do acúmulo de gases e de fezes nos intestinos. “Para o intestino funcionar bem, é fundamental a ingestão de fibras e de muita água, além de comer regularmente ao longo do dia para estimular o órgão”, recomenda Carolina. Inclua na sua dieta alimentos pró-intestino como mamão, ameixa, aveia, beterraba, laranja (com o bagaço) e maçã com casca, e não se esqueça de beber água! Maneire nos alimentos que aumentam a formação de gases como brócolis, repolho, feijão, ervilha, soja, arroz e pães brancos, cereais matinais e laticínios. A ingestão abusiva de bebidas alcoólicas é outro fator que leva ao aumento da gordura visceral, que se deposita entre os órgãos internos. Portanto, controle o consumo dessas bebidas, diminuindo a quantidade e a frequência. No dia em que beber, sempre intercale com água mineral.

Acabe com os pneuzinhos

Mexa-se – Procure uma atividade física que você sinta prazer em praticar e fortaleça seu corpo e sua saúde.

Reduza o sal – Em excesso, o sódio pode causar retenção de líquidos, o que deixa a barriga ainda maior.

Consuma alimentos naturais – Coma mais abacaxi, melão, melancia, maracujá, limão, hortelã, berinjela, erva-doce, salsão, salsa e coentro! Esses alimentos amenizam o inchaço.

Sem estresse – Em situações tensas, seu corpo libera cortisol, um hormônio que aumenta os depósitos de gordura corporal.


Consultoria: Carolina Paz, nutricionista do NutriVit – Centro de Nutrição, do Rio de Janeiro (RJ)

 

Guia antibarriga

 

 

 

 

Para conferir mais dicas de emagrecimento, vá as bancas e adquira a revista Guia Antibarriga!

 

 

Mais lidas