Benefícios de andar de bicicleta

O bom momento do Brasil no ciclismo não é por acaso. O País é o terceiro maior produtor de bicicletas do mundo, e o quinto maior pólo mundial de consumo, com 4,2 milhões de unidades vendidas por ano.

E mesmo que você não pretenda tornar-se um atleta de ponta, tem ótimos motivos para comprar a sua bike ou até mesmo fazer alguns reparos naquela que está há muito tempo esquecida no quintal ou algum outro canto da casa.

“O exercício, quando praticado de maneira regular e com intensidade e volume planejados, apresenta uma série de benefícios bastante conhecidos. No caso do ciclismo, o movimento de pedalar envolverá principalmente os músculos da região da pélvis e dos membros inferiores, que se contraem e relaxam de maneira rítmica gerando a força necessária para a propulsão da bicicleta”, explica Felipe Carpes, doutorando em Ciências do Movimento Humano pela UFRGS e um dos fundadores do GEPEC, o Grupo de Estudo e Pesquisa em Ciclismo.

 

Benefícios de andar de bicicleta

Foto: Shutterstock Images

E pensa que para por aí? “Mas isso não significa que a extremidade superior não atue. A manutenção do equilíbrio e direção é papel fundamental dos músculos do tronco e braços. Esses músculos estão envolvidos em ações isométricas que mantém a postura corporal e em situações onde grande força é aplicada no pedal, sendo os braços e troncos fundamentais para o melhor aproveitamento da força. Assim, todo nosso corpo estará atuando durante a pedalada, cada região ou músculo de um modo específico”.

Portanto, trocar o carro pela bicicleta nos seus deslocamentos diários pode ser uma ótima alternativa para, além de entrar em forma, se ver livre dos estressantes congestionamentos dos grandes centros urbanos.

Você ainda estará contribuindo para o meio-ambiente, reduzindo as emissões de gases poluentes na atmosfera. Lembre-se de prestar atenção aos semáforos e à sinalização, além de usar sempre que possível o capacete.

Quando estiver em estradas, siga pelo acostamento e procure a companhia de outros ciclistas, que podem ajudar muito em caso de alguma eventualidade. Garrafas com água ou algum isotônico podem ser facilmente carregadas junto à sua bicicleta. E, como não poderia deixar de ser, aqui também vale aquela máxima: respeite o seu ritmo e vá aumentando a intensidade e frequência do exercício gradualmente.

Vantagens: o exercício pode ser feito por qualquer pessoa, já que não oferece impacto. Você controla a intensidade por meio do pesoe da velocidade média de pedaladas por minuto.

Desvantagens: o selim da bicicleta talvez seja incômodo para algumas pessoas, principalmente para as obesas ou grávidas.

Para melhorar os resultados: o banco da bike deve estar na altura dos quadris e o guidão, na do cotovelo. As pontas dos pés precisam alinhar-se com os joelhos. Mantenha os ombros abertos, a coluna ereta e o abdômen contraído.

Mais lidas