Conheça os tipos e os benefícios das farinhas

 
Conheça os tipos e os benefícios das farinhas

Foto: Stela Handa/Colaboradora

As farinhas podem trazer diversos benefícios para a saúde e, quando aliadas a um cardápio controlado, ajudam a eliminar aqueles quilinhos extras.

Elas contribuem para uma alimentação mais saudável e, se consumir 1 colher (chá) de uma das farinhas em suas refeições, você estará ajudando a fortalecer o seu organismo.

 

 

 

 

Podem ser misturadas nas saladas, sucos, bolos, pães, tortas e panquecas. Não há problemas em aquecê-las e, se preferir, misture 100g de cada farinha num pote e consuma 1 colher (sobremesa) com 1 xícara de chá 30 minutos antes das refeições. Abaixo você encontra uma lista das farinhas mais usadas e os benefícios de cada uma:

Banana-verde
Contém amido resistente, que faz com que a quantidade de glicose liberada no sangue seja mais lenta. Isso contribui para a prevenção do acúmulo de gordura corporal, devido ao aumento da saciedade.

Berinjela
É composta por fibra solúvel, que reduz o colesterol. Protege os órgãos de doenças inflamatórias e combate o envelhecimento precoce. Rica em minerais como potássio e magnésio, que ajudam no combate a câimbras e espasmos musculares, como cólica e enxaqueca. Melhora a função digestiva e previne a obesidade.

Farelo de aveia
Rica em fibra solúvel, reduz o colesterol e controla o açúcar no sangue. Auxilia no bom funcionamento intestinal e prolonga a sensação de saciedade, controlando a fome. “Melhorando o trânsito intestinal, pode-se destacar a melhora da pele e do humor, além de auxiliar na perda de peso e na eliminação de toxina pelo organismo”, afirma a nutricionista Fernanda Granja.

Feijão-branco
Possui a proteína faseolamina, que funciona como um bloqueador de carboidrato, estimulando o emagrecimento. Também é rica em cálcio, que ajuda na manutenção dos ossos e na perda de peso, pois age na quebra de gordura corporal, e em magnésio, que promove saúde muscular, aliviando a TPM.

Laranja-amarga
Contém citrus aurantium, um princípio ativo que acelera o metabolismo local de gordura corporal, diminuindo a gordura na parte da cintura e coxas.

Maçã
É riquíssima em pectina, que ajuda no emagrecimento. Ela torna a absorção de glicose menos eficiente, fazendo com que o açúcar seja absorvido mais lentamente, o que evita a transformação de açúcares em gorduras. Além disso, a pectina possui ação reguladora do trânsito intestinal.

Maracujá
A farinha da casca de maracujá é rica em pectina, fibra solúvel que tem a capacidade de reter água formando géis viscosos que retardam o esvaziamento gástrico. Ou seja, promove sensação de saciedade, ajudando no emagrecimento, e melhora o trânsito intestinal.

 

Consultoria: Fernanda Granja, nutricionista. Site www.drafernandagranja.com

Mais lidas