Bate-papo no "Hoje em Dia"

Enquanto Celso Zucatelli comenta as notícias do dia e a simpática Chris Flores distribui sorrisos para todo lado, Edu Guedes prepara seu delicioso menu e Gianne Albertonni se diverte com os mensagens do telespectador pelo Twitter. Assim são os bastidores do programa Hoje em Dia, que vai ao ar na Record nas manhãs de segunda a sexta. Guia da Tevê acompanhou o programa ao vivo nos estúdios da emissora junto com a produção e com a leitora e ganhadora da promoção Férias na Tevê, Elma de Souza, e conta pra você tudo o que acontece por trás das câmeras. Confira a entrevista com os apresentadores:

 

 

Bate-papo no Hoje em Dia

 

Celso Zucatelli
Guia da TV: O que você acha da Guia da Tevê promover esse encontro com os ídolos e participar da gravação do programa, além de conhecer os bastidores? O que você acha dessa iniciativa?

Celso: “Eu acho ótimo. Acho isso superimportante, porque a gente fala com vocês todos os dias, então a gente conversa todos os dias e entra na sua casa. Então eu acho muito importante porque a gente tem esse contato, só que no nosso dia a dia o contato é de uma via só: é a gente falando com vocês. Então é muito legal ter esse feedback, esse retorno, eu acho muito bacana essa iniciativa.”

 

Guia da TV: Vocês estão num momento muito especial, o programa faz muito sucesso. Como avaliam esse momento no Hoje em Dia?

Celso: “Eu sou suspeito, porque eu adoro o programa, adoro fazer o programa, a gente se diverte muito, como vocês viram, a gente brinca, mas essas brincadeiras realmente acontecem. Agora, na viagem para o México, pra Guadalajara, aconteceu uma coisa muito interessante, porque a gente continuou brincando até via satélite! Assim, eu aprontava com o Edu lá, ele aprontava comigo aqui, então a gente não perdeu isso, e foi sem querer, a gente não combinou nada. Então, eu cheguei lá e, quando eu comecei a ver, tinha muita coisa pra eu brincar com o Edu aqui. Então eu sempre colocava alguma coisa nas brincadeiras, no meio da matéria eu ia lá e colocava alguma brincadeira com ele, e ele estava preparando alguma pra mim aqui. Isso mostra o nosso relacionamento. Então a gente está sempre junto, a gente se falava depois, conversava, falava não só de trabalho, mas também de outras coisas. Então a gente é muito ligado, a Chris é mesma coisa, a Gianne é mesma coisa… então a gente tem essa relação, e eu acho que isso passa para o telespectador, porque a gente traz isso para o ar. Existem muitas diferenças, normalmente, entre o que acontece fora e o que acontece no ar, na frente das câmeras no programa, não é o caso do Hoje em Dia. O que a gente faz do lado de fora, a gente brinca, a gente se diverte, a gente apronta um com o outro, a gente se reúne… e faz no programa também”.

 

 

Bate-papo no Hoje em Dia

Chris Flores
Guia da TV: O que você acha da Guia da Tevê promover esse encontro com os ídolos e participar da gravação do programa, conhecer os bastidores? O que você acha dessa iniciativa?

Chris: “Eu acho ótimo! O nosso sonho é que o Hoje em Dia tivesse plateia, que a gente pudesse trazer as pessoas aqui para assistir, só que… acordar cedo, assim, não é todo mundo que ia querer, né (risos)! Mas, pra você ver, a gente não tem espaço físico pra receber, você vê que você (apontando pra Elma) teve que ficar aqui num cantinho ao improviso, né. Mas é muito bom, porque a gente vê a cara de quem está do outro lado, a gente conversa, a gente sabe o que ele está gostando e o que não está, o que ela gostaria de ver aqui. Pra gente é fundamental, porque quem faz o programa é quem está do outro lado, a gente não é ninguém se não tem o telespectador. São eles quem decidem, pegam o controle remoto e falam ‘eu quero ver o Hoje em Dia, ou não quero ver Hoje em Dia, eu gosto de tal pessoa ou não gosto de tal pessoa’, então eu falo, a gente só está no ar porque quem está do outro lado está permitindo isso! Porque o seu chefe pode te amar, você pode ser o máximo, sua família pode te achar linda (risos), mas se o telespectador não gostar, você não fica no ar, não tem jeito!”

 

Guia da TV: Vocês também usam muito as redes sociais, interagem com as pessoas pelo Twitter…

Chris: “Bastante! E é isso, porque a gente precisa dessa interatividade, eu acho sensacional, acho revista um meio bacana, porque também fideliza. Eu já fui de revista, eu adorava fazer essas promoções, a gente levava o pessoal pra assistir a um programa, pra interagir com gente famosa, enfim, eu acho muito legal, acho importante pra revista, acho importante para o telespectador, para o leitor também, fazendo as vezes de um e de outro, e pra gente também que está aqui do outro lado. A gente sem eles não é ninguém, então quem foge de fã, quem foge de quem está do outro lado, vai exercer outra profissão porque está na profissão errada!”

 

Guia da TV: Vocês estão num momento muito especial, o programa faz muito sucesso. Como avaliam esse momento no Hoje em Dia?

Chris: “Graças a Deus, o desafio pra gente é muito grande, porque a gente está há seis anos no ar e em seis anos você se renovar, trazer um programa diferente, com todas as mudanças que a gente teve, de cenário, direção, apresentação… a gente sempre tem aquele friozinho na barriga, todo dia quando a gente entra no ar, você pensa ‘ai, será que vão gostar da gente hoje, será que todo mundo vai estar lá do outro lado?’. E, de segunda a sexta, ao vivo, quase quatro horas no ar, né… Então a gente faz uma revista eletrônica por dia, não é fácil, mas não é impossível! Por isso o mais importante é prestar atenção no que a pessoa que está do outro lado quer. E o nosso público é muito e diverso, então ele vai desde a criança, até uma senhora ou um senhor de 90 anos ou mais. Então às vezes fica difícil de você saber quem está do outro lado, o que essas pessoas querem. E a gente tem como princípio falar pra família, a gente acredita que quem está do outro lado, lógico que a gente tem pesquisa de público e tudo mais, mas a gente acredita sempre na família, na estrutura familiar, que quem está do outro lado preserve os valores da família, gosta de ter uma família e quer levar esse legado pra frente, com os filhos, com os netos e tudo mais. Então por isso que a gente tenta fazer uma linguagem acessível, fácil pra todo mundo, e também respeitando a criança, sem falar bobagens e coisas ruins, sem fazer nenhuma baixaria, e também respeitando quem tem mais idade, quem tem experiência… São as pessoas a quem a gente deve tudo, se a gente está aqui hoje, com tudo isso aqui, é porque alguém construiu pra gente chegar aqui, né.”

 

Bate-papo no Hoje em Dia

 

Gianne Albertonni
Guia da TV: Você tem Twitter?

Gianne: “Eu tenho! Você vê que a gente fica aqui o tempo inteiro… é @albertonigianne, é ao contrário, porque tinha uns falsos lá…”

 

Guia da TV: E isso é muito legal, porque aproxima vocês dos leitores, não é mesmo?

Gianne: “É porque daí a gente acaba conversando com as pessoas, como a gente não tem plateia, então a gente fica conversando com o público no Twitter.”

 

Mais lidas