Bate-papo com Ricky Tavares!

Bem humorado e uma simpatia! O jovem ator Ricky Tavares é o maior sucesso na novela Vidas em Jogo, na Rede Record. Ricky contou detalhes da carreira, sonhos e até as loucuras que algumas fãs já fizeram! Determinado, ele disse que o apoio de pessoas próximas é fundamental: “Se traçarmos um objetivo e definirmos uma meta, o apoio da família e dos amigos sempre somam”. E mais, ainda revelou o que uma mulher precisa ter para conquistá-lo. Leia a entrevista e descubra esse segredo!

 

Entrevista com Ricky Tavares

Foto: Anderson Borde / AgNews

 

 

Guia da Tevê: Você ainda encontra o pessoal que trabalhou com você em Malhação?

Ricky: “Além da Giovanna Echeverria, que trabalhou comigo lá e, atualmente, também está no elenco de Vidas em Jogo, também encontro o Erich Pelitz, que sempre vai à minha casa, quando está aqui no Rio, já que ele mora em São Paulo.”

 

Guia da Tevê: Vale tudo pra realizar um sonho? Qual foi a maior loucura que você já fez?

Ricky: “Na verdade, eu acho que não. Nunca fiz uma grande loucura (risos). Mas, com certeza, se traçarmos um objetivo e definirmos uma meta, o apoio da família e dos amigos sempre somam. Às vezes, só basta aquele empurrãozinho… (risos).”

 

Guia da Tevê: Vi no seu Twitter que você sempre responde a suas fãs… Como é essa relação pelas redes sociais? Já rolou de alguma fã virar amiga?

Ricky: “Todos me acompanham desde a participação que fiz em Promessas de Amor, em 2009, na Record. Agradeço o carinho de todos os meus fãs e, se estou aqui hoje, devo isso a eles. Estou muito feliz porque todos continuam me acompanhando, tenho até um fã clube (risos). Algumas fãs viraram amigas, sim, e estão sempre comigo. O carinho é muito grande e recebo muitos elogios, mas também aceito críticas. Eu adoro isso.”

 

Guia da Tevê: Tem alguma história legal com fãs, de assédio…?

Ricky: “Ah, sim! Já teve época que eu não conseguia sair. Uma vez fui ao cinema e, quando estava saindo da sessão, várias garotas me esperavam. Todas elas rasgaram as minhas roupas. Outro dia, eu estava em um evento, em Florianópolis, e, quando estava saindo, algumas meninas tentaram me arrastar junto com elas. Um fato curioso que também aconteceu foi em uma cena de Vidas em Jogo, quando a turma do bolão foi mantida como refém. Meu personagem tentou imobilizar um dos bandidos. Depois disso, já me chamaram até de herói (risos).”

 

Guia da Tevê: E como é o assédio nas ruas?

Ricky: “Já aconteceu de eu estar chegando para trabalhar e uma fã entrar na frente do carro! Uma vez, parei no sinal e um menino veio me pedir um real. Eu disse para ele que não tinha e realmente não estava com moedas… Mas ele insistiu e falou que eu estava fazendo miséria, já que havia ficado milionário! Tive que me virar e dei o dinheiro dele (risos). Outro dia, me encontrei com uma fã que veio do Rio Grande do Sul, junto com a mãe, só para me ver.”

 

Guia da Tevê: O que uma garota precisa ter para conquistar você?

Ricky: “Ela deve ser muito sincera e verdadeira. Além disso, eu gosto muito ‘do olho no olho’. Se ela tiver essas características, já me conquistou (risos).”

 

Guia da Tevê: Tem algum mico ou história engraçada para contar?

Ricky: “Antes de começar a trabalhar na TV, eu fazia teatro. Ao fim do espetáculo, uma fã veio falar comigo e eu reparei na barriga dela. Fiz a besteira de perguntar para quando era o bebê. Na verdade, não existia gravidez nenhuma e eu fiquei todo vermelho, morri de vergonha e pedi mil desculpas. (risos).”

 

Guia da Tevê: Tem alguma dica de filme e livro que você curte?

Ricky: “Atualmente, um filme que achei muito engraçado e recomendo é o Se Beber Não Case 2. Quanto ao livro, indico o Qualquer Gato Vira-Lata, que, infelizmente, ainda não consegui assistir à adaptação do cinema.”

Mais lidas