Bate-papo com Jakeline

Entrevista com Jakeline

Foto: Frederico Rozário / Rede Globo

 

A baiana Jakeline deixou a casa no segundo paredão, com 50,47% dos votos, na disputa com Renata. Apaixonada por seu galo Fabiano, ela chegou a chorar só de se lembrar do seu bichinho de estimação. Mas, surpreendeu ao alfinetar o ex-colega de confinamento, Yuri, dizendo que ele não tem caráter. E que sentiu mais saudades de seu travesseiro e de seu galo do que do namorado, Otto.

 

Guia da TV: Que avaliação você faz da sua participação no programa?
Jakeline: “Foi a melhor coisa que aconteceu na minha vida. É um programa perfeito, tudo muito bem articulado. Os participantes são bem selecionados. A maioria deles são pessoas que têm bom caráter. Você vê que tem personalidade. Quem está ali é porque merece.”

 

Guia da TV: Quem você considera que não tem boa índole?
Jakeline: “Pessoas que agem de má fé com os outros. Assim como o Yuri. Ele me deixou chateada quando virou para mim, pediu para eu não votar nele e disse que não votaria em mim. Mas, ele votou em mim e depois veio me abraçar e me beijar. A gente tem que votar, para as pessoas saírem e a gente ficar, é claro. Mas, eu também não vou ser falsa de dizer que não vou votar em uma pessoa e depois fazer isso.”

 

Guia da TV: Algumas pessoas te acharam chata com a sua choradeira. Você se considera assim?
Jakeline: “Tem gente que diz que eu irritei elas por chorar muito. Mas, isso sou eu. Se isso é ser chata, então eu sou. Sou o tipo de pessoa que sente as emoções. Não tenho culpa se existem pessoas que não têm emoção. Fui eu e não me arrependo disso.”

 

Guia da TV: Você chegou a dizer que considerava o Ronaldo como o rapaz mais interessante da casa…
Jakeline: “Foi depois da prova no carro. Eu tinha acabado de entrar na casa, passei só algumas horinhas com todo mundo. De repente, fico dentro de um carro enfurnada. A pessoa com quem eu tive contato foi ele. A gente se estranhou, conversou.”

 

Guia da TV: Você se sentiu rejeitada?
Jakeline: “Sim, tanto pelo Ronaldo, quando ele me eliminou depois da prova do carro, quanto pelo Yuri, porque ele ficou chateado e disse que ele, como um lutador de muay thay não tinha conseguido e eu tinha. Senti que ele queria me diminuir, assim como quando eu ganhei o pulo de bungie jump. Todo mundo apontou para mim e ficou questionando, por que eu. Quis me diminuir, e eu acho que ninguém merece ser diminuído porque ninguém aqui é melhor do que ninguém. Todo mundo é igual.”

 

Guia da TV: Você sentiu mesmo tanta falta do Fabiano?
Jakeline: “Eu sinto. É como se fosse um cachorro. Tem gente que tem outros bichos de estimação (neste momento, ela começa a chorar), eu tenho um galo. E quando o Bial brincou e disse que ele tinha fugido, eu fiquei desesperada. Nesse dia, nem consegui dormir direito.”

 

Guia da TV: Mas, daqui para a frente, você terá compromissos profissionais. Pretende levar o galo?
Jakeline: “Não. Mas, ficar praticamente 20 dias sem ver, acho que não. Eu era acostumada a ouvir ele cantar todos os dias, em vários horários. Era como se fosse um cachorro meu.”

 

Guia da TV: Quais são as suas pretensões agora?
Jakeline: “Meu sonho é ser atriz desde pequena. Minha mãe nunca teve muita condição de me colocar no teatro, mas eu já participei na escola, de programas de rádio. As pessoas dizem pra mim que a Globo está me perdendo, porque eu choro demais. Tem gente que me compara até com a Bruna Marquezine, porque eu choro demais. As pessoas dizem que a Globo está me perdendo, mas eu disse que um dia eu chego lá, e estou aqui.”

 

Guia da TV: Posaria nua?
Jakeline: “Jamais! Ensaio sensual, tudo bem, mas posar nua nunca, por causa dos princípios que minha mãe me ensinou. Eu sei que sou toda estabanada, sou aperreada, mas isso é o suficiente.”

 

Guia da TV: Você se acha gostosa?
Jakeline: “Não. Eu ficava com vergonha no começo, quando ia para a piscina e via todo mundo de biquíni. Brincava: ‘onde é que eu vim amarrar o meu jeguinho’. As vezes, eu achava até que estava sonhando.”

 

Guia da TV: Você vivia dizendo que é humilde, mas uma reportagem mostrou que seu pai vive de forma bem confortável. Como você explica isso?
Jakeline: “Meus pais são separados há dez ou doze anos. Eu moro com minha mãe e tive uma desavença com o meu pai, fiquei três anos sem falar com ele. Assim, até hoje, ele diz que me dá a vara para pescar, mas não me dá o peixe. Então, tudo o que eu tenho vem através do meu esforço, meu pai não me dá nada. Trabalho para sustentar a mim e a minha mãe. O que é do meu pai é dele, da mulher dele e das filhas dele.”

 

Guia da TV: Do que mais você sentiu falta na casa?
Jakeline: “Da minha mãe e de Fabiano, que foi um desespero de vida. E tem um travesseiro que eu tenho há 22 anos, minha avó deu para a minha mãe. Eu cheguei a sentir o cheiro do meu travesseiro pela casa. Mas, eu tive que suportar, foi o preço que eu paguei. Nunca saí sem o meu travesseiro para lugar nenhum.”

 

Guia da TV: Não sentiu saudades do namorado?
Jakeline: “Senti, mas um mês de namoro não é 22 anos com um travesseiro e nem cinco anos com um galo.”

Mais lidas