Ambiente obesogênico

O estilo de vida de cada um é fortemente influenciado pelo ambiente. A adoção de comportamentos alimentares inadequados e o sedentarismo tornam o ambiente obesogênico, ou seja, mais propício para desenvolver e perpetuar a obesidade. A luta contra a balança não é fácil, mas para conquistar hábitos saudáveis, a mudança deve acontecer a nível familiar.  Para isso, a nutricionista Roseli Rossi dá algumas dicas:

 

Ambiente obesogênico

Foto: Thinkstock e Getty Images

Em casa: mude o ambiente e os hábitos

*Comece pelo supermercado! Selecione alimentos mais saudáveis durante a compra, assim você não cai em tentação quando estiver em casa;

*Não deixe à vista os alimentos mais calóricos, que faz com que você sinta mais vontade e não resista à eles;

*Sempre tome o café da manhã e não saia de casa em jejum;

*Tenha na geladeira alimentos coloridos, como frutas, verduras e legumes;

*Mantenha a dispensa com cereais integrais, massas integrais, barra de cereais, cookies e sucos lights;

*Evite ter potes de balas, chocolates e guloseimas à vista. Sem vê-los por perto é mais fácil se controlar;

*Opte pela comida caseira ao invés de pratos congelados como pizzas, lasanhas e salgados;

*Alimente-se devagar, sem assistir TV.

Na escola: cuidado com a lancheira dos filhos

*Evite colocar guloseimas nas lancheiras;

*Invista em lanches nutritivos e atraentes;

*Substitua as bolachas e biscoitos pela versão integral dos mesmos;

*Procure colocar uma fruta ou suco como opção;

*Caso a criança insista, estipule um dia para consumir algum salgado ou lanche da escola.

No trabalho: não abuse fora de casa

*Não fique mais do que 3 horas sem se alimentar;

*Tenha na gaveta, na bolsa ou no carro opções práticas e saudáveis como: barras de cereais, cookies integrais, frutas, sucos e oleaginosas;

*Determine horários para almoçar;

*Tenha sempre na mesa uma garrafa de água;

*Faça pausas para pequenos lanches intermediários durante o expediente;

*Se for almoçar fora de casa, escolha lugares que tenham opções saudáveis;

*Evitar ter chocolates e guloseimas por perto;

*Programe opções de lanches mais rápidos quando tiver reuniões longas.

 

Consultoria: Roseli Rossi, nutricionista especialista em Nutrição Clínica da Clínica Equilibrio Nutricional. Tel. (11) 2672-7300. Site: www.equilibrionutricional.com.br

Mais lidas