10 maiores desconfortos da gestação

Gravidez é uma delícia, mas existem horas em que a mulher sofre. E não estou falando somente das dores do parto, não! Durante os nove meses de gestação, a mulher pode sentir alguns desconfortos como enjoo, tontura, prisão de ventre etc. Por isso, conversamos com a ginecologista e obstetra Erica Mantelli, que explicou os motivos que levam a esses incômodos e como podemos resolvê-los. Confira!

 

Varizes e hemorroidas

pernas

Foto: Shutterstock Images

Ocorre pelas alterações hormonais.

Soluções:

-Para evitar varizes, usar meia elástica com orientações do obstetra e praticar atividades físicas;

-A hemorroida ocorre principalmente pelo intestino preso, então deve ingerir alimentos com fibras e beber a quantidade de água recomendada.

Tontura

mulher com tontura

Foto: Shutterstock Images

Pode ocorrer pelas alterações hormonais que levam a uma queda da pressão arterial.

Soluções:

-Evitar ambientes fechados;

-Alimentar-se a cada 2 ou 3 horas;

-Tomar, no mínimo, dois litros de água por dia;

-Sempre ter uma bolacha de água e sal na bolsa.

Nariz entupido

mulher espirrando

Foto: Thinkstock/Getty Images

Acontece por conta do aumento do volume sanguíneo do organismo da mulher nesse período e, associado às transformações hormonais, levam ao acúmulo de líquidos nas mucosas nasais.

Soluções:

-Hidratar as narinas com soro fisiológico, fazendo uma lavagem pelo menos 3 vezes ao dia;

-Evitar ambientes secos e ar condicionado em excesso;

-Utilizar umidificador de ambientes;

-Não usar descongestionante nasal, pois são contraindicados na gravidez por causarem vasoconstrição, podendo prejudicar o bebê.

Manchas na pele

mulher com manchas na pele

Foto: Shutterstock Images

Podem ocorrer pela ação hormonal.

Soluções:

-Usar protetor solar diariamente no rosto, pescoço e áreas expostas ao sol;

-Usar boné ou viseiras quando for praticar atividades ao livre.

Enjoo

mulher se sentindo enjoada

Foto: Thinkstock/Getty Images

Ocorre pelo aumento do hormônio HCG, principalmente no primeiro trimestre.

Soluções:

-Alimentação fracionada em pequenas porções a cada 3 horas;

-Manter a hidratação;

-Fazer uso de medicamentos com orientações do obstetra;

-Evitar situações de estresse e ansiedade, pois pioram o quadro.

Prisão de ventre

mulher com prisão de ventre

Foto: Thinkstock/Getty Images

Os hormônios da gravidez fazem com que os movimentos do intestino fiquem mais lentos, podendo levar a constipação intestinal.

Soluções:

-Beber, no mínimo, dois litros de água por dia;

-Ter uma alimentação balanceada com muitas fibras, verduras e frutas como mamão, laranja e ameixa.

Azia e refluxo

mulher com azia

Foto: Shutterstock Images

Podem ocorrer pela ação hormonal, que leva a um retardo no tempo da digestão.

Soluções:

-Evitar refrigerantes e alimentos com fermentação;

-Não ingerir líquidos durante a refeição e não se deixar nas 2 horas após se alimentar, para evitar o refluxo.

Dores

mulher com dor nas costas

Foto: Shuttesrstock Images

Dor leve nas costas ou no abdome pode ser comum devido ao crescimento do útero levando a uma sobrecarga na coluna.

Soluções:

-Realizar atividades físicas, alongamento e massagens tendem a aliviar o desconforto. Porém se a dor for constante e sua intensidade aumentar, procure um obstetra o quando antes, pois pode ser sinal de alguma infecção ou trabalho de parto prematuro.

Inchaço

pernas

Foto: Thinkstock/Getty Images

Ocorre devido às alterações hormonais e ao aumento de sangue e líquidos no organismo da mulher durante a gestação.

Soluções:

-Manter uma alimentação saudável, evitando frituras, sal e doce em excesso;

-Tomar pelo menos dois litros de água por dia para estimular a circulação de líquidos e a eliminação dos excessos;

-Repousar com as pernas elevadas durante 30 minutos pelo menos duas vezes por dia;

-Utilizar meias elásticas, pois diminui o inchaço de pés e pernas;

- Fazer sessões de drenagem linfática, com a autorização de um médico;

-Praticar atividades físicas regularmente.

Corrimentos

calcinha

Foto: Shutterstock Images

São frequentes devido a alterações do ph da vagina, porém podem se agravar e aumentar o risco de aborto e trabalho de parto prematuro.

Soluções:

-Se notar a presença de secreção vaginal com coceira, ardência, dor pélvica ou qualquer desconforto, procure um médico imediatamente.

Mais lidas