Transforme o quarto extra em home office e quarto de hóspedes

Avalie
cantinho do computador

Allan Feio

Você tem um quarto sem uso e não sabe o que fazer com ele? Uma boa dica é transformar esse ambiente em um home office que também serve como quarto de hóspedes. Mas, como decorar esse pequeno quarto? Como deixar as visitas à vontade? Veja dicas do arquiteto Allan Feio e saiba como reorganizar sua casa!

Itens que não podem faltar no home office

Segundo o arquiteto, o home office, ou escritório, virou uma necessidade hoje em dia, em função da vida corrida que nos obriga muitas vezes a levar trabalho para casa. “Os itens necessários para se criar um espaço como esse dependerão da atividade exercida pelo morador, visto que cada profissional tem uma necessidade diferente. Em geral, uma bancada com espaço para o computador ou notebook, uma cadeira confortável e um local para guardar os materiais de trabalho, são os elementos mais comuns”, afirma o profissional.

Transformando o escritório em quarto de hóspedes

Mesmo com pouco espaço disponível, ainda é possível transformar o home office em quarto de hóspedes, criando um ambiente multifuncional. Para criar esse ambiente, o ideal é segmentar as áreas. De um lado o espaço de trabalho e de outro o espaço de relaxamento dos hóspedes.

“É melhor encostar a cama em um canto, deixando o centro livre para circulação. Se tiver que optar por cama ou sofá-cama, opte pelo segundo, visto que seu ambiente ficará mais harmônico e organizado”, ensina Allan. “Quando não estiver sendo usado pelo hóspede, o móvel ficará recolhido e não atrapalhará a utilização do ambiente. Além disso, há modelos de sofá-cama muito bonitos e confortáveis, com tamanhos até de cama de casal”, complementa.

Se houver uma janela no quarto, sempre coloque a área de trabalho perto dela, aproveitando a luz natural. “Para proteger do sol, persianas são boas opções para o ambiente, pois sujam menos do que as cortinas, além de combinar com o aspecto mais formal que o cômodo pede”, diz o arquiteto.

Truques para ampliar o ambiente 

– Móveis e revestimentos claros ajudam a “iluminar” o espaço, dando a impressão que o ambiente é mais amplo. Assim, se o espaço for reduzido, o melhor é apostar em tons mais claros ou pasteis.

-A iluminação é muito importante, principalmente a natural. Ela também ajuda a dar uma sensação de amplitude. A área de trabalho deve ser bem iluminada, com luz fluorescente.

– Escolha móveis práticos e com linhas mais retas. Não se deve escolher móveis muito grandes, para não sobrecarregar o ambiente. A bancada não precisa ser muito larga.

Dica: “Dá para usar as cores claras como base do ambiente e criar um elemento de destaque. Pode ser uma parede com uma cor diferente das demais ou então um papel de parede com uma padronagem mais sóbria. Tome cuidado para não usar uma cor muito forte ou chamativa para que não se perca o foco durante o trabalho”, aconselha o especialista.

home office

Thinkstock/Getty Images

Acomodando as visitas

É essencial que os hóspedes fiquem bem acomodados e tenham bastante conforto. Afinal, ninguém quer que a visita se sinta pouco à vontade, não é mesmo? Allan revela que, como os hóspedes normalmente não permanecem por muito tempo e trazem pouca bagagem, um armário pequeno já supre a necessidade.

“Um modelo de duas portas, com espaço para cabideiros e gavetas, já é suficiente. É sempre bom optar por um armário fechado, pois as coisas do hóspede ficarão bem ajeitadas e o ambiente ficará organizado. É bom prever também um local para as malas. Se houver espaço, uma TV é sempre bem vinda. Uma opção é utilizar um equipamento que serve tanto de monitor para o computador como para TV”, finaliza.

quarto de hóspedes

Thinkstock/Getty Images

Consultoria

Allan Feio – arquiteto

www.allanfeioarquitetura.blogspot.com

Mais lidas