Móveis coloridos: veja dicas de como seguir essa tendência

Avalie

Os móveis coloridos estão com tudo! Para deixar qualquer ambiente cheio de vida, que tal investir em cadeiras, mesas, penteadeiras e até mesmo sofás de cores vibrantes? Dessa forma, você deixa sua casa mais alegre e ainda gasta pouco na hora de renovar a decoração. Veja dicas da designer de interiores Marli Rodrigues e saiba como seguir essa tendência sem medo de errar.

Thinkstock/Getty Images

Thinkstock/Getty Images

Cuidado com os exageros

O primeiro passo antes de investir nos móveis coloridos é tomar cuidado para que o ambiente não fique muito carregado, com muitas cores misturadas. “Em ambientes escuros, pode usar sem medo as cores amarelo, pink, laranja, verde pistache, etc. Já em ambientes muito claros, é preferível optar pelo vermelho café, marrom chocolate, vinho, mostarda, entre outros”, afirma Marli.

A especialista também afirma que é importante saber dosar as cores para manter um estilo na decoração. “Se for usar um móvel amarelo, por exemplo, utilize uma almofada estampada que tenha um toque de amarelo. As cores devem se comunicar sempre!”, exemplifica.

Thinkstock/Getty Images

Thinkstock/Getty Images

A sala e a cozinha, por serem ambientes mais agitados, podem receber cores mais chamativas, enquanto é recomendado evitar o exagero no quarto ou escritório. “No quarto ou escritório, indicaria apenas uma peça em destaque e demais cores neutras, para não perder a tranquilidade do ambiente”, diz Marli.

Dicas para escolher as cores

É claro que a decoração deve sempre se basear no seu gosto pessoal e nas suas cores favoritas. Porém, se você estiver em dúvida de quais tons escolher, a designer indica: “O azul violeta foi o grande destaque desse ano. A moda e a decoração andam juntas, portanto a tendência da moda define a cor na decoração. Os grandes estilistas estão prometendo cores fortes e estampadas para esse ano, portanto, pode abusar das cores vibrantes! Já as cores primárias – amarelo, azul e vermelho – sempre estarão constantes na decoração”.

Thinkstock/Getty Images

Thinkstock/Getty Images

Harmonia no ambiente

Se você optar por um jogo de cadeiras coloridas, por exemplo, as outras cores do ambiente devem ter um complemento de pouco destaque. “Tudo em excesso é ruim, por isso é indicado usar menos cores no mesmo ambiente”, conta a designer. E se você tiver medo de que os móveis percam a cor ou desbotem com o tempo, ela ainda completa: “Qualquer móvel se limpa apenas com água e sabão neutro, nada mais. Produtos com química só desbotam e mancham os móveis”.

As paredes coloridas também podem ser usadas sem medo! “Um complementa o outro, por isso eu investiria nos dois”, aconselha Marli. E se você não gostar do resultado, é possível trocar os móveis ou pintar as paredes de outra cor facilmente. Dessa forma, o ambiente pode sempre ser renovado!

Thinkstock/Getty Images

Thinkstock/Getty Images

Consultoria

Marli Rodrigues – designer de interiores

Mais lidas