Ideias para decorar o quarto das crianças

Avalie

Decorar o quarto das crianças pode ser uma tarefa muito divertida: além de abusar da criatividade, você ainda pode transformar o cômodo com a ajuda dos pequenos, deixando o serviço mais prazeroso. Porém, antes de começar a decorar, é importante prestar atenção em alguns detalhes, como a cor mais indicada para as paredes e a organização do quarto. Veja dicas da arquiteta Anna Clara Campestrini e coloque a mão na massa!

Reprodução/Flickr Premaman Lietuva

Reprodução/Flickr Premaman Lietuva

Caracterize o ambiente

A arquiteta ensina que um quarto infantil deve contar com diversas cores, mas sem exagerar no peso das tonalidades. “Caracterizar este espaço requer cuidado e bom senso, pois ali é, antes de mais nada, um local de descanso. Se o espaço for utilizado para brincar e estudar, procure separar visualmente os locais dos diferentes usos dentro do quarto, para que as atividades não atrapalhem o sono da criança”, explica.

A decoração do quarto infantil geralmente é muito livre e divertida. O quarto pode ter a decoração toda programada para um tema em específico, como por exemplo, safári, um desenho animado preferido, esportes, ou abstrato.”Escolher o foco da decoração é importante, sendo que você mesmo pode confeccionar alguns detalhes. Se o tema for animais, bichinhos de pelúcia pequenos podem fazer parte de um lindo pingente de cortina. Eles podem ser aplicados em um abajur e no quadro de boas vindas do quarto. Esta dica serve para flores, borboletas, fadas, carrinhos e bolas de esportes diversos”, exemplifica a especialista.

Reprodução/Flickr clg20171

Reprodução/Flickr clg20171

Quarto dividido em dois

Se você tem gêmeos ou irmãos que dividem o quarto, é importante lembrar que são crianças com personalidades e gostos diferentes. A dica é respeitar a particularidade de ambos e criar um espaço para cada um dentro do quarto. “Se houver consenso no tema da decoração, cores diferentes podem ajudar a identificar o espaço de cada um. Para que não haja conflito, tente sempre incluir seu filho no processo de decoração do quarto, assim como na modificação de layout ou reforma”, aponta Anna Clara.

Reprodução/Flickr Moozlehome

Reprodução/Flickr Moozlehome

Cuidado com os móveis!

Não se esqueça da questão da segurança! Um quarto infantil deve ser, acima de tudo, modificado com muita precaução. “Cantos arredondados são sempre bem vindos em quartos infantis, assim como evitar camas muito altas. A segurança deve vir em primeiro lugar. Por este mesmo motivo, evite decoração não compatível com a idade do seu filho. O roupeiro deve ter dimensão acessível para altura das crianças, não sendo necessário um adulto alcançar as roupas ou que eles escalem o mobiliário para pegar as peças”, finaliza a arquiteta.

Reprodução/Flickr Chuzai Living

Reprodução/Flickr Chuzai Living

Consultoria

Anna Clara Campestrini – professora do curso de Arquitetura e Urbanismo, Engenharia Civil e Engenharia de Produção da Uniasselvi

Mais lidas