Energia positiva dentro de casa

Avalie

Quando decora sua casa, você pensa em como fazer com que as boas energias entrem? Aliás, o que você faz para que os cômodos fiquem agradáveis, além da escolha dos móveis? Para Anna Paula Simões, arquiteta do Instituto Internacional de Projeciologia e Conscienciologia (IIPC), que estuda a Consciência Humana, com alguns cuidados, é possível manter sua casa livre das energias presas e negativas. 

Sala

Shutterstock Images

Shutterstock Images

Um cômodo que recebe visitas deve ser mantido limpo, arejado e com incidência de luz natural. Isso ajuda a renovar e purificar o que pode ter sido deixado por quem passou pelo local. Cultivar plantas naturais também colabora, pois são fontes de energias renovadoras. Mas cuidado com antiguidades, objetos herdados ou presenteados. Dependendo da história dele e da pessoa que o adquiriu, pode trazer energias negativas.

Quarto

Shutterstock Images

Shutterstock Images

A posição da cama é muito importante! Evite localizar a cabeceira na mesma direção da porta ou próxima à passagem de pessoas, já que o fluxo das energias é mais intenso e pode interferir no seu sono e descanso. Use cores que facilitem o relaxamento, como azul-claro e bege.

Cozinha

Shutterstock Images

Shutterstock Images

Para a especialista, aqui valem os mesmos cuidados mencionados para os demais cômodos. Uma diferença é que você pode usar cores que estimulem a interação e o apetite, como o laranja e o vermelho. Uma dica importante: mantenha tudo sempre limpo e bem conservado, sujeira e coisas que não funcionam são sinal de energia parada.

O que evitar

A especialista selecionou os erros mais comuns que atrapalham a circulação das boas energias em casa:

Aparelhos eletrônicos (celulares, tablets, entre outros) próximos ao sofá ou da cama: a emissão de energia eletromagnética pode influenciar o seu equilíbrio.

Fotos expostas que transmitam emoções negativas: com o tempo, esse padrão de energia se fixa à sua volta, afetando seu humor e até a saúde da sua família.

Acumular objetos sem uso e até quebrados: o que não é utilizado e fica esquecido num canto vai acumulando energia negativa. Portanto, se não tem mais uso, venda, doe ou recicle.

Encostar a mesa de estudar ou trabalhar na parede: ter um espaço aberto diante da mesa para essas funções favorece a reflexão e a renovação das energias.

Posicionar a cadeira de trabalho de costas para a porta de entrada: nessa situação, você fica mais vulnerável e reduz a potência energética do local.

Manter animais confinados em casa: pássaros engaiolados, peixes em pequenos aquários, enfim, bichos que necessitam de espaço e vivem presos se tornam carentes e atraem energia desequilibrada.

Sujeira e desarrumação: tornam-se acumuladores de energia prejudicial aos ambientes.

Quinas “vivas”, tapetes e degraus: como facilitam os acidentes, toda vez que alguém se machuca, a energia do momento fica marcada no local e pode provocar outros problemas.

Texto: Mayara Crepaldi/Colaboradora

Mais lidas